Coronavírus chega às favelas do Rio

Dois milhões de pessoas moram em favelas no RJ.

Leia também:

Governo do Paraná decide manter comércio fechado por mais dez dias

Cidades do Oeste foram na contramão das decisões do governador.

Estados Unidos aprovam tratamento promissor contra o coronavírus

Tratamento usará sangue de quem já foi curado da doença.
Derick Fernandeshttps://www.24horas.com.br
O jornalista Derick Fernandes é editor chefe do 24Horas

A Cidade de Deus foi a primeira comunidade do Rio de Janeiro a registrar um caso de coronavírus. Conforme a prefeitura do Rio, esse é o primeiro caso confirmado da doença em uma região carente da cidade.

A notícia alarmou as autoridades. Geralmente essas comunidades sofrem com condições precárias de saúde e saneamento – situação desfavorável ao combate da doença.

São 119 casos confirmados do novo coronavírus no Rio de Janeiro. Três pessoas já morreram por conta da doença no estado.

O último óbito registrado aconteceu em Petrópolis, na Região Serrada do Rio. Outros dois casos aconteceram em Miguel Pereira e em Niterói, na Região Metropolitana da capital. Todas as vítimas eram idosos ou tinham outras doenças.

CASOS CONFIRMADOS NO RJ:

  • Rio de Janeiro – 99
  • Niterói – 10
  • Petrópolis – 3
  • Barra Mansa – 1
  • Guapimirim – 1
  • Miguel Pereira – 1
  • Exterior – 4

O PERIGO NAS FAVELAS

O Rio de Janeiro tem hoje cerca de dois milhões de pessoas morando em favelas, grande parte em casas pequenas e com muitos moradores. O poder público não sabe o que fazer para evitar a propagação do vírus nas comunidades.

Conforme a prefeitura do Rio, as unidades de atenção primária aumentaram o expediente e intensificaram orientações para a população, com o objetivo de tentar conter a transmissão do coronavírus.

“As populações que moram nessas comunidades já têm uma prevalência grande de doenças de base, como tuberculose, hipertensão, diabetes; então, o impacto nessa população pode ser muito mais grave, a tragédia pode ser muito grande”, alerta o professor do Instituto de Medicina Social da Uerj Mário Roberto Dal Poz.

Assine nossa Newsletter

Receba diariamente as principais notícias do Paraná e do Brasil.

Comentários

#Face24H

- Publicidade -