Elevador despenca do 9º andar e quatro pessoas da mesma família morrem em Santos

Autoridades disseram que elevador estava com a manutenção em dia.

Leia também:

Redaçãohttps://www.24horas.com.br
Reportagens da Redação 24Horas

Um elevador de serviço despencou na noite desta segunda-feira (30) do nono andar de um prédio residencial em Santos, litoral de São Paulo, e quatro pessoas morreram.

A Polícia Militar foi chamada às 19h29. Ainda não há informações sobre o que fez a estrutura desabar do último andar do edifício, que, segundo a PM, pertence à Marinha.
Todos os ocupantes, três homens e uma mulher, morreram.

As vítimas, de acordo com a PM, são da mesma família – e uma mulher seria esposa de um subtenente da Marinha e tinha ido receber as visitas que passariam a virada do ano com os familiares no edifício.

De acordo com as autoridades, o elevador estava com a manutenção em dia. O elevador caiu do 9º andar do edifício residencial, localizado na Vila Belmiro, onde moram apenas oficiais da Marinha.

Jucelina Santos, de 47 anos, é uma das vítimas e morava no edifício há três anos. As outra vítimas são a irmã de Jucelina, Lucineide de Souza Goes e o cunhado Edilson Donizete, além do sobrinho Eric Miguel, de 19, filho do casal.

Prédio onde o acidente aconteceu em Santos (SP) – Foto: Reprodução / Google

MANUTENÇÃO EM DIA

O vice-almirante Sérgio Fernandes Chaves Júnior informou que um inquérito foi aberto pela Polícia Civil para investigar as causas do acidente. Segundo ele, a manutenção dos elevadores social e de serviço estava em dia. “A última visita da empresa aconteceu no dia 23 de dezembro”, disse.

Apesar do acidente, o edifício não teve as condições estruturais abaladas, conforme informou a Defesa Civil de Santos. As informações são da A Tribuna.

A Marinha do Brasil lamentou o acidente que “vitimou a esposa e mais três familiares de um militar que serve na CPSP (Capitania dos Portos de São Paulo)”. Em nota informaram ainda que estão dando “todo o suporte possível”.

NOTA DA MARINHA DO BRASIL

“A Marinha do Brasil, por intermédio da Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP), informa com pesar a ocorrência do acidente com o elevador do Edifício Tiffany, Próprio Nacional Residencial de militares na cidade de Santos, que lamentavelmente vitimou a esposa e mais três familiares de um militar que serve na CPSP.

O Capitão dos Portos de São Paulo e a Tripulação da Capitania transmitem as condolências aos familiares e amigos pela inestimável perda.

A Marinha está dando todo o suporte possível às famílias.

O respectivo Inquérito Policial Militar será aberto para apurar o ocorrido”.

Comentários

Fique ligado:

- Publicidade -