ACIL defende reabertura do comércio após fim do decreto da prefeitura

Decreto deixa de valer no dia 06 de abril.

Leia também:

Governo do Paraná decide manter comércio fechado por mais dez dias

Cidades do Oeste foram na contramão das decisões do governador.

Estados Unidos aprovam tratamento promissor contra o coronavírus

Tratamento usará sangue de quem já foi curado da doença.
Derick Fernandeshttps://www.24horas.com.br
O jornalista Derick Fernandes é editor chefe do 24Horas

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, e o presidente da Associação Comercial e Industrial de Londrina (ACIL) falaram hoje durante entrevista coletiva sobre as declarações do presidente Jair Bolsonaro e a orientação para promover isolamento vertical da população.

Bolsonaro sugeriu para que estados e municípios reabram o comércio para evitar uma catástrofe financeira no país.

Em Londrina, o decreto da prefeitura que determinou o fechamento do comércio tem duração de quinze dias e está previsto para chegar ao fim em 6 de abril. Conforme Fernando Moraes, a ACIL está se planejando para retornar as atividades neste dia.

“Vamos tomar todos os cuidados para voltar a funcionar e trabalharmos nesse isolamento vertical”, destacou. Fernando disse ainda que, caso essa situação seja mantida, a economia será fortemente prejudicada.

Marcelo Belinati, por sua vez, disse discordar do pronunciamento de Bolsonaro. Ele conta que a prefeitura está seguindo determinações técnicas, com o intuito de salvar vidas. O prefeito disse que a análise do cenário diante do avanço da pandemia é feita diariamente por uma equipe da prefeitura e da Secretaria de Saúde.

“Vamos manter o isolamento durante o período de decreto e acompanhar a evolução da doença, não só no Brasil, como também no mundo”, afirmou.

Assine nossa Newsletter

Receba diariamente as principais notícias do Paraná e do Brasil.

Comentários

#Face24H

- Publicidade -