29 C
Londrina

Luísa Canziani quer que Londrina se inspire em Curitiba no setor de inovação

Leia também:

Policial morre em confronto durante assalto a banco em Telêmaco Borba

Bandidos estavam armados com fuzis e escopetas.

Homem traído pela mulher se pendura na rede elétrica no Centro de Londrina

Ele tentou suicídio, mas não sofreu ferimento algum.

Filha de Silvio Santos pede demissão do SBT

Nesta quinta-feira (20) a apresentadora do "Bom dia e Cia", Silvia Abravanel, filha de Silvio Santos, surpreendeu a todos com um pedido de demissão. A confusão começou quando Silvia ficou indignada com uma fake news, falando que sua equipe teria ficado dispersa no programa de segunda-feira (17), pois a apresentadora teria faltado. Na quarta-feira (19), Silvia chamou no palco, ao vivo, membros de sua equipe para justificar sua falta. 
Derick Fernandeshttps://www.24horas.com.br
O jornalista Derick Fernandes é editor chefe do 24Horas
- Publicidade -

Um parque tecnológico que impulsione o desenvolvimento da cidade e um ecossistema de inovação completo. Para a deputada federal Luísa Canziani, esse são passos cruciais para que no futuro tenhamos resultados positivos na economia, educação e segurança pública.

Um dos projetos inovadores em andamento no Paraná nesse sentido é o Vale do Pinhão, que recentemente recebeu R$ 10 milhões de investimentos na criação de um Fundo de Inovação. O Vale do Pinhão é um bairro inteiro de Curitiba que foi transformado em um antro de empresas de tecnologia e start-ups que desenvolvem projetos e soluções urbanas que atendam a cidade e a elevem no conceito Smart City.

Luísa esteve nesta semana com o prefeito Rafael Greca para entender a proposta, e estendê-la a outras cidades do Paraná, especialmente Londrina. Para ela, Londrina tem potencial econômico e financeiro para comportar um ecossistema de inovação. “Temos várias universidades, temos um parque tecnológico, boa infraestrutura e força de trabalho para concretizar isso”.

O projeto de Luísa é que Londrina ganhe posições no ranking de cidades inteligentes, e enxerga em Curitiba um exemplo para a segunda maior cidade do Paraná, que ainda discute pouco o tema tão necessário. Num futuro breve, cidades que não pensarem a tecnologia como forma de administração tendem a perder espaço para os municípios inovadores, e consequentemente, patinar na economia.

“Em Curitiba, o Vale do Pinhão foi criado para promover ações de cidades inteligentes, conceito que une o desenvolvimento econômico ao mesmo tempo que aumenta a qualidade de vida da população e gera eficiência nas operações urbanas”, disse.

EDUCAÇÃO É O CAMINHO

A educação é uma das diretrizes que a jovem deputada defende como bandeira para fomentar esse desenvolvimento. Um projeto de lei dela (PL 5182/19)  visa a promoção e a criação de projetos de colaboração educacional entre governo federal, estados, Distrito Federal e municípios dentro de domínios chamados de Arranjos de Desenvolvimento da Educação (ADE).

Segundo a parlamentar, o ADE é o conjunto de colaborações estabelecidas entre governos federal, estadual e municipal, com proximidades geográficas, para proporcionar ações conjuntas e coordenadas na área da educação, com o objetivo de alcançar uma melhora na qualidade do ensino brasileiro, e consequentemente, fomentar a implementação de tecnologia avançada nas escolas.

“O projeto é destinado a estimular a implantação de arranjos educativos, como um caminho para promover o desenvolvimento da educação local. Para isso, serão criadas condições para que os municípios reunidos em ADE, em função de suas ações coordenadas, recebam, de modo prioritário, assistência técnica e financeira do governo federal”, afirma.

Assine nossa Newsletter

Receba diariamente as principais notícias do Paraná e do Brasil.

Comentários

#Face24H

- Publicidade -