Eleições 2018
EM ALTA

Cida defende saída de Richa de sua coligação

Declaração foi dada em entrevista coletiva nesta manhã em Toledo.

TOLEDO, PR – Durante entrevista na Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit), Cida Borghetti (PP), que disputa o governo do Paraná, defendeu a retirada da candidatura do ex-governador Beto Richa (PSDB) ao Senado. Cida disse que recomendou a saída de Beto após a prisão do tucano e de vários ex-secretários de seu governo pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), na semana passada em razão da Operação Rádio Patrulha.

A governadora apenas limitou-se a dizer que Beto está na mesma coligação, quando foi questionada se ela continuará contando com o apoio do ex-governador. Cida também frisou que não terá atos ao lado do tucano.

Por meio de nota oficial, a equipe da candidata afirma que tucanos paranaenses, como o presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano, e o ex-chefe da Casa Civil, o deputado federal Valdir Rossoni, apoiam abertamente a eleição de Ratinho Júnior (PSD), principal adversário de Cida nas eleições de outubro.

Além disso, a assessoria de Cida ressalta que Beto já estaria fazendo campanha sem assumir apoio a Cida ao governo. “Não há, portanto, razão para que a coligação continue a atender o PSDB, já que sua maioria não apoia Cida, a candidata da coligação”, diz a nota oficial da campanha da governadora.

Já a assessoria de Beto, por sua vez, afirmou que a candidatura dele é “irreversível”, mas não respondeu se ele apoia a candidatura de sua ex-vice.

Assuntos

Relacionados

Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios