Eleições 2018

Cida e Ratinho renegam Richa na hora da prisão

Atual governadora era vice na gestão de Richa; Ratinho, por sua vez, secretário.

LONDRINA, PR – A prisão de Beto Richa (PSDB) na manhã desta terça-feira (11) expôs a face política dos candidatos ao governo que já foram aliados do tucano num passado recente. Cida Borghetti (Progressistas), atual governadora, e que foi vice durante a gestão de Richa, emitiu nota onde disse ‘não compactuar’ com qualquer tipo de desvio de conduta no exercício público, e que ‘cada um tem que responder pelos seus atos’.

Richa disputa, juntamente com Alex Canziani (PTB), uma das vagas ao Senado pela chapa de Cida, que é coligada com o PSDB, liderado pelo ex-governador. A prisão de Richa muda o cenário, que pode ser favorável para Canziani, ou não, já que o londrinense também tem ligações próximas com o tucano.

Ratinho Júnior

Já o candidato líder nas intenções de votos, Ratinho Júnior (PSD) também se isentou e apoiou as investigações. Ratinho foi secretário de desenvolvimento urbano durante quase toda o segundo mandato de Richa, e se ausentou do governo para disputar as eleições.

Ratinho rompeu com Richa em seguida, se aliando a remanescentes do antigo grupo político do tucano.

Em nota, Ratinho Júnior comentou que ‘O ocupante de cargo público tem que ser responsabilizado por seus atos. Quem fez coisa errada tem que ser punido. A Justiça está atuando com isenção e é isso que nós esperamos’, num claro afronte ao antigo aliado.

Publicidade
Assuntos

Relacionados

Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios