Só um milagre salva Londrina da Série C após derrota para o São Bento

Leia também:

Frio chega pra valer ao Paraná; Londrina tem previsão de 7ºC na segunda

É bom você preparar a japona e fazer o quentão. O frio será intenso!

Governo do Paraná autoriza abertura de igrejas

Tempos tem ocupação limitada a 30%
Derick Fernandeshttps://www.24horas.com.br
O jornalista Derick Fernandes é editor chefe do 24Horas
- Publicidade -

O Londrina perdeu de novo, desta vez por 4 a 1 para o São Bento. O jogo válido pela Série B era crucial para que o Londrina ganhasse fôlego e se afastasse da zona de rebaixamento. Mas com o resultado, agora apenas um milagre pode salvar o time de cair para a Série C.

O Tubarão fica na segunda divisão apenas se o Figueirense não somar nenhum ponto nos dois últimos jogos que ainda restam. O primeiro deles será nesta sexta-feira contra o CRB.

Caso o Figueirense apenas empate em Maceió, não apenas o Londrina, mas o São Bento, Criciúma e Vila Nova estarão rebaixados.

No início do campeonato, o Londrina veio fazendo uma boa campanha e chegou a ficar entre os quatro primeiros colocados. Mas o Tubarão, depois de ganhar várias vezes, empacou em 36 pontos e não conseguiu mais nenhuma vitória importante.

JOGO

A partida desta quinta-feira (21) em Sorocaba, teve o nível técnico esperado – baixo – pela posição das equipes, necessidade do resultado e nervosismo que tomava conta dos jogadores. Lances simples eram desperdiçados. O goleiro César quase tomou um gol inacreditável ao não conseguir segurar uma bola chutada antes do meio-campo.

Além disso, faltas duras se repetiam e uma discussão em campo culminou na expulsão do jogador Léo Rigo, do LEC.

O Londrina chegou a diminuir o placar aos 43 minutos. Paulinho Moccelin fez cruzamento da direita na medida para Anderson Leite. O volante ganhou da marcação e cabeceou firme para balançar as redes.

O São Bento aproveitou a superioridade numérica e quase abriu o placar aos dez minutos. Paulinho Bóia cruzou para Zé Roberto, que sozinho na pequena área mandou a bola longe do gol.

Só que aos 11 minutos, Caio Rangel não desperdiçou sua chance. O atacante foi lançado perto da área, cortou Felipe Vieira, e finalizou firme para ampliar o placar.

Aos 32 minutos, o São Bento marcou seu quarto gol. Matheus Guarujá bateu de fora da área, César bateu roupa e Zé Roberto apenas empurrou para as redes.

Matheus Guarujá quase marcou o quinto gol aos 42 minutos. O volante finalizou firme da intermediária e dessa vez César fez excelente defesa.

 

 

A partida teve o nível técnico esperado – baixo, pela posição das equipes, pela necessidade do resultado e pelo nervosismo que tomava conta dos jogadores. Lances simples eram desperdiçados, César quase tomou um gol inacreditável ao não segurar uma bola chutada de antes do meio-campo, faltas duras desnecessárias se repetiam.

Com jogadores melhores, o Londrina tinha mais presença ofensiva. Só que atacava sem a menor organização, o que permitia ao São Bento ter contra-ataques daqueles escancarados, no mano a mano. Assim, o jogo era emocionante do seu jeito. E numa dessas falhas do Tubarão, Paulinho Boia rolou para Zé Roberto, que abriu o placar para os donos da casa.

Fique ligado:

- Publicidade -