Terça, 29 de Setembro de 2020 18:32
(43) 99953-0833
Notícias Governo

Governo anuncia acordo e greve dos caminhoneiros está suspensa

Governo anuncia acordo e greve dos caminhoneiros está suspensa

24/05/2018 22h03 Atualizada há 2 anos
Por: Derick Fernandes
Governo anuncia acordo e greve dos caminhoneiros está suspensa
BRASÍLIA, DF - O governo federal anunciou que chegou a um acordo com os representantes dos caminhoneiros, e a greve que já dura quatro dias deve ser suspensa por 15 dias a partir de hoje. A notícia foi divulgada na noite desta quinta-feira por meio de entrevista coletiva com os ministros Eliseu Padilha, Eduardo Guardia e Carlos Marun. Ao final do prazo de 15 dias, uma nova reunião será realizada entre os representantes do governo e o movimento dos caminhoneiros. O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, afirmou que o Diesel terá o preço congelado por 30 dias. Isso vai de encontro aos reajustes diários realizados pela Petrobras. Os custos da primeira quinzena com a redução, estimados em 350 milhões de dólares, serão arcados pela estatal. As despesas dos 15 dias restantes ficarão com a União como compensação para a petrolífera. "[A greve] estava causando transtornos à vida do cidadão brasileiro", disse Marun. "O Brasil é um país rodoviário. Por isso, celebramos esse acordo", completou Eliseu Padilha, ministro da Casa Civil. Padilha também fez questão de destacar que a "família brasileira" precisa dos caminhoneiros. Padilha ressaltou ainda que as reivindicações dos caminhoneiros autônomos também foram contempladas pelo acordo: "Vamos buscar com a Petrobras a situação dos trabalhadores autônomos para que eles possam trabalhar como terceirizados", disse. [caption id="attachment_28724" align="aligncenter" width="1500"] Ministro Eliseu Padilha - Foto: Arquivo[/caption] O ministro ainda acrescentou que o presidente Michel Temer estava "preocupado" com o que estava "acontecendo nos lares dos brasileiros". A paralisação afetou 22 estados da Federação e o Distrito Federal. Veja alguns pontos do acordo entre caminhoneiros e governo federal: -  Preço do diesel será reduzido em 10% e ficará fixo por 30 dias. O valor ficará fixo em R$ 2,10 nas refinarias pelo período - Os custos da primeira quinzena com a redução, estimados em $ 350 milhões, serão arcados pela Petrobras. As despesas dos 15 dias restantes ficarão com a União como compensação para a petrolífera. - A cada 30 dias, o preço do combustível será ajustado conforme a política de preços da Petrobras e fixado por mais um mês. - Não haverá reoneração da folha de pagamento do setor de cargas - Tabela de frete será reeditada a cada três meses - Ações judiciais contrárias ao movimento serão extintas - Multas aplicadas aos caminhoneiros em decorrência da paralisação serão negociadas - Entidades e governo terão reuniões períodicas - Petrobras irá contratar caminhoneiros autônomos como terceirizados para prestação de serviços LEIA TAMBÉM >> IMPASSE! GREVE CONTINUA, DIZEM CAMINHONEIROS <
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Londrina - PR
Atualizado às 18h19 - Fonte: Climatempo
35°
Poucas nuvens

Mín. 22° Máx. 35°

35° Sensação
11 km/h Vento
32% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (30/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 39°

Sol com algumas nuvens
Quinta (01/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 40°

Sol com algumas nuvens