Quinta, 24 de Setembro de 2020 18:42
(43) 99953-0833
Notícias Motoristas

Motoristas da TCGL dizem que greve é por garantia de trabalho e não por aumento salarial

Motoristas da TCGL dizem que greve é por garantia de trabalho e não por aumento salarial

11/12/2018 22h36 Atualizada há 2 anos
Por: Derick Fernandes
Motoristas da TCGL dizem que greve é por garantia de trabalho e não por aumento salarial
LONDRINA - Motoristas do transporte coletivo de Londrina, especialmente os empregados pela TCGL, procuraram a reportagem do 24H para desmentir o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Londrina (Sinttrol) acerca da greve da categoria, que pode acontecer na próxima segunda-feira (17). Segundo um motorista que preferiu não ser identificado, em nenhum momento foi cogitada a hipótese da greve em face da proposta de aumento de 6% no salário da categoria. "O que a gente quer é uma garantia da manutenção dos nossos empregos. Como vamos querer aumento, se não temos nem garantia de trabalho" disse. O Sinttrol emitiu nota à imprensa durante a manhã informando que a assembleia dos motoristas e cobradores havia decidido pelo indicativo de greve, e o motivo seria devido ao reajuste salarial. O presidente João Batista da Silva confirmou a versão em entrevista cedida à rádio Paiquerê AM nesta terça (11). Ouça aqui. OUTRA VERSÃO Com a confirmação da aprovação da greve, que pode ocorrer a partir de segunda-feira, João Batista voltou a falar com a imprensa. Dessa vez ele revelou que a motivação da classe para a paralisação é a não-garantia do mantenimento dos empregos de 1,6 mil funcionários da TCGL. Ouça a entrevista. PRESSÃO E IMPASSE Ainda há uma parte dos funcionários que são suspeitos em relação à greve. Outro motorista ouvido pelo 24H, e que por medo de retaliações não se identificou, disse que "existe um movimento que pode estar recebendo porcentagens para incentivar a greve dos cobradores e motoristas." e que "isso estaria sendo benéfico para a TCGL" já que a maior interessada é a empresa, que recentemente anunciou seu encerramento. Ao mesmo tempo, a Grande Londrina também manifestou interesse em continuar operando na cidade, mas que para isso o prefeito Marcelo Belinati deveria alterar os termos da licitação aberta pela CMTU, e que escolherá novas concessionárias do sistema de transporte coletivo. Belinati não recuou diante da pressão, e disse que não mudará o edital. A TCGL, por sua vez, exigiu então o reajuste da passagem para R$ 4,60 para continuar operando enquanto a nova empresa não assume, caso contrário, recolherá os ônibus a partir de 19 de janeiro. O prefeito disse também que não autorizaria o reajuste.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Londrina - PR
Atualizado às 18h26 - Fonte: Climatempo
29°
Alguma nebulosidade

Mín. 15° Máx. 31°

28° Sensação
7 km/h Vento
37% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (25/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 33°

Sol com algumas nuvens
Sábado (26/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 35°

Sol com algumas nuvens