Segunda, 28 de Setembro de 2020 09:35
(43) 99953-0833
Notícias Filho

Filho encomenda morte do pai por herança em Paranaguá

Filho encomenda morte do pai por herança em Paranaguá

21/09/2019 10h55 Atualizada há 1 ano
Por: Derick Fernandes
Filho encomenda morte do pai por herança em Paranaguá
A Polícia Civil de Paranaguá, no litoral do estado, prendeu o jovem identificado como Luiz Felipe Alcalá, de 24 anos, acusado de encomendar a morte do próprio pai, Geovane Charlles Alcalá, 47. O crime aconteceu na tarde desta sexta-feira (20) na casa do empresário, no bairro Vila Divinéia.  As informações são do Agora Litoral. De acordo com o delegado Nilson Diniz, após ouvir várias testemunhas – e o autor do homicídio, Rafael Anderson Kubiak da Veiga, de 23 anos, que afirmou que receberia de Felipe R$ 10 mil pela morte de Geovane – ficou clara a participação do filho na morte do pai. “No momento da sua oitiva [de Luiz Felipe], dei voz de prisão em flagrante pela prática de homicídio do próprio pai”, afirmou Diniz. O delegado disse também que Luiz Felipe preferiu permanecer calado no depoimento. Para consumar o plano, Felipe Alcalá arquitetou um plano onde o atirador se passaria por um criminoso que invadiria a casa da família e mataria o empresário. Geovane tinha um revólver guardado na casa, mesma arma entregue pelo filho ao assassino para que o pai fosse executado. MENTIRAS Além de outros elementos, como o fato de Luiz Felipe ter mentido que o autor do homicídio teria fugido do local do crime (quando o mesmo estava escondido no forro da residência), o delegado ressaltou que havia troca de mensagens no celular de Luiz Felipe e Rafael. [caption id="attachment_41550" align="aligncenter" width="811"] Atirador, Rafael Veiga, e Felipe Alcalá - Foto: Arquivo pessoal[/caption] “Mesmo com o pai caído, morto no chão, ele não desceu para ver o pai. Permaneceu no andar superior, no mesmo andar onde se encontrava o autor do delito”, ressaltou Diniz, para quem o terceiro e principal dos elementos é o próprio celular do executor do crime (Rafael). Ainda de acordo com o delegado, quando Rafael se encontrava no forro da casa, ele enviou diversas mensagens de texto para Luiz Felipe pedindo para ele tirá-lo de lá. “Rafael chegou a pedir para uma terceira pessoa ligar para o Felipe e pedir para ele lhe ligar de volta. Tudo isso registrado no telefone do executor do crime”, disse Nilson Diniz. PERPLEXIDADE Geovane Charlles Alcalá e o filho, Luiz Felipe Alcalá, eram muito próximos. Nas redes sociais, Felipe sempre publicada fotografias ao lado do pai, especialmente em datas comemorativas. [caption id="attachment_41549" align="aligncenter" width="919"] Felipe Alcalá e o pai em foto de fevereiro de 2018 - Foto: Reprodução / Facebook[/caption] Amigos da família estão perplexos com a confirmação da polícia sobre a participação do filho no homicídio. Há cerca de um mês, Felipe e Geovane teriam tido uma discussão feia, em plena Avenida Roque Vernalha. Segundo uma testemunha, o motivo seria a compra de um trailer de lanches feita pelo filho. “Geovane parou o carro e gritou muito com Felipe; era a respeito de dinheiro, mas não deu pra entender direito”, afirmou uma pessoa em um grupo de WhatsApp.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Londrina - PR
Atualizado às 09h15 - Fonte: Climatempo
23°
Alguma nebulosidade

Mín. 24° Máx. 36°

23° Sensação
7 km/h Vento
83% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (29/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 36°

Sol com algumas nuvens
Quarta (30/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 40°

Sol com algumas nuvens