Segunda, 28 de Setembro de 2020 08:42
(43) 99953-0833
Notícias Crise

Crise no PSL se agrava e deputados trocam farpas em público

Crise no PSL se agrava e deputados trocam farpas em público

14/10/2019 19h43 Atualizada há 11 meses
Por: Derick Fernandes
Crise no PSL se agrava e deputados trocam farpas em público
A carta em apoio ao presidente Jair Bolsonaro, divulgada na última quarta-feira, por membros do PSL, aprofundou as disputas internas do partido e está levando parlamentares da base governista a trocarem farpas nas redes sociais. Neste domingo, os deputados federais Filipe Barros (PSL-PR) e Bia Kicis (PSL-DF) divulgaram um vídeo no qual chamam Joice Hasselmann (PSL-SP) de desinformada, com uma fala repleta de “artifícios utilizados pela esquerda”. A presença de Bia Kicis e Filipe Barros nas redes sociais é uma resposta à ação de Joice Hasselmann (PSL-SP) que, neste sábado, também em manifestação por meio do Twitter, chamou a carta dos parlamentares do PSL de “coisa idiota”. “A cartinha foi feita por um grupelho que se juntou e sequer comunicou o partido como um todo. Foi uma malandragem, uma armadilha”, declarou a parlamentar, que também é líder do governo no Congresso Nacional. Joice não está entre os signatários do documento e entende que a carta aprofunda a divisão dentro do partido. Para os deputados federais Filipe Barros (PSL-PR) e Bis Kicis (PSL-DF), “pessoas de má-fé estão nos atacando, como se nós quiséssemos dividir o partido, o que não é verdade”. “Se tem alguém que está trabalhando pela união somos nós, e não pessoas que estão fazendo alarde nas redes sociais e por baixo dos panos querem outras coisas”, completou Filipe Barros. Joice Hasselmann busca apoio para ser a candidata do PSL à prefeitura de São Paulo nas eleições de 2020, mas tem enfrentado resistências. Em entrevista exclusiva ao Broadcast, na semana passada, a deputada afirmou que, se for não for indicada pelo partido, tem o salvo-conduto de outras siglas para disputar o pleito. Filipe disse, no vídeo, que nem ele nem Bia Kicis têm interesse de mudar de partido, mas, sim, “corrigir os rumos” tomados pela sigla. “Nós tivemos que nos manifestar – depois de uma reunião com o presidente – que estamos com o presidente Bolsonaro. Isso não quer dizer que estamos contra o PSL, nem atacando alguém do PSL”, declarou Bia Kicis.

JUVENTUDE NACIONAL

Barros, eleito por Londrina, é presidente da Juventude Nacional do PSL. Ele pode ser tirado do comando da juventude como punição por ser um dos signatários na carta em apoio ao presidente Bolsonaro. O londrinense também é coordenador das comissões do PSL na Câmara. A informação é do colunista Gerson Camarotti, do G1. Procurado pela reportagem do 24Horas, Barros não comentou a crise no partido. Ele também não respondeu se pretendia seguir o presidente em uma eventual desfiliação da sigla.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Londrina - PR
Atualizado às 08h35 - Fonte: Climatempo
23°
Alguma nebulosidade

Mín. 24° Máx. 36°

23° Sensação
7 km/h Vento
83% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (29/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 36°

Sol com algumas nuvens
Quarta (30/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 40°

Sol com algumas nuvens