Quarta, 28 de Outubro de 2020 06:25
(43) 99953-0833
Últimas Notícias Governo

Governo do Paraná decide manter comércio fechado por mais dez dias

Governo do Paraná decide manter comércio fechado por mais dez dias

28/03/2020 18h07 Atualizada há 7 meses
Por: Derick Fernandes
Governo do Paraná decide manter comércio fechado por mais dez dias
O governador do Paraná Carlos Massa Ratinho Junior deve determinar amanhã (29) mais dez dias de isolamento social no estado em razão da pandemia de coronavírus que atinge o mundo. Nesta manhã de sábado (28), os prefeitos das dez maiores cidades do Paraná participaram de videoconferência com o governador para definir o planejamento estratégico entre governos e municípios para deter o avanço do vírus. "Vamos pensar em conjunto, trocar experiências e unificar as ações para que nós erremos o menos possível. Vamos enfrentar essa situação até junho ou julho, e por isso é preciso preciso criar um modelo de gestão de crise", disse Ratinho. Na reunião, participaram os prefeitos de Curitiba, Londrina, Maringá, Guarapuava, Ponta Grossa, Piraquara, Foz do Iguaçu, Araucária, São José dos Pinhais e Cascavel. Ratinho teve a mesma conferência com outros prefeitos neste sábado. Durante a reunião virtual, o governador esclareceu que o Paraná vai manter o fechamento do comércio, shoppings e a suspensão das aulas da rede estadual e privada de ensino além das universidades pelo período extra de isolamento. Os decretos do governo já preveem que as medidas permaneçam por tempo indeterminado, enquanto durar a pandemia.

CASOS NO PARANÁ

Mais 12 casos de coronavírus foram confirmados no Paraná neste sábado. O estado totaliza 137 casos confirmados, com duas mortes em Maringá. “Temos que estar unidos nesse momento em que a dualidade de comunicação não pode existir. Temos que ter uma mensagem única, falar a mesma língua. Somos mais fortes que qualquer dificuldade. O ânimo não pode faltar. Temos fé na vida e nos serviremos de tudo que sabem a ciência e a medicina para enfrentarmos esse momento”, disse o prefeito de Curitiba, Rafael Greca. Em Londrina, Marcelo Belinati disse que seguirá as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e deve manter o isolamento na cidade. O prefeito acredita que as medidas tomadas pelo Ministério da Saúde serão eficazes no combate, e que logo voltaremos a normalidade. "Nosso objetivo aqui em Londrina é salvar vidas. E vamos manter esse objetivo", destacou. [caption id="attachment_49357" align="aligncenter" width="1280"] Prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, durante a conferência - Foto: Divulgação[/caption]

MUNICÍPIOS NA CONTRAMÃO DO GOVERNO

Em outra videoconferência na tarde de sexta-feira (27), 43 prefeitos da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop) decidiram pela reabertura gradual do comércio nas cidades da região a partir de quarta-feira (01). O secretário estadual de Saúde, Carlos Alberto Preto, disse que vê com preocupação a decisão dos prefeitos. "Eles tem a sua autonomia, e entendo que estão sofrendo pela questão econômica. Mas o momento é diferente, não é como a H1N1. Nossa previsão é que mesmo com o isolamento, o Paraná tenha 10 mil casos em 4 meses", disse.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.