Quarta, 21 de Outubro de 2020 21:34
(43) 99953-0833
Últimas Notícias STF

STF libera vídeo de reunião ministerial citada por Moro como prova de interferência na PF

STF libera vídeo de reunião ministerial citada por Moro como prova de interferência na PF

22/05/2020 18h01 Atualizada há 5 meses
Por: Derick Fernandes
STF libera vídeo de reunião ministerial citada por Moro como prova de interferência na PF
O ministro decano do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello, decidiu nesta sexta-feira (220 autorizar a divulgação do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, dois dias antes do então ministro Sergio Moro pedir demissão, onde Bolsonaro faz insinuações para trocar o comando da Polícia Federal no Rio de Janeiro. Celso de Mello é o responsável no STF pelo inquérito que apura a tentativa de interferência do presidente. + ASSISTA A ÍNTEGRA A decisão foi tomada após o ministro ter assistido o vídeo nesta segunda. A reunião de 22 de abril foi citada pelo ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, em seu depoimento para o inquérito. O vídeo que mostra a gravação dessa reunião estava sendo usado como prova sigilosa da investigação. A Advocacia Geral da União (AGU) defendeu a não-divulgação do vídeo por considerar que o conteúdo poderia comprometer o governo. Já a defesa de Moro defendia a divulgação, e havia dito que não havia nenhum assunto pertinente a Segredo de Estado ou que pudesse gerar algum incidente diplomático. Nesta segunda-feira (18) foi feito um esquema especial para que Celso de Mello pudesse assistir o vídeo em sua casa, na cidade de São Paulo, por meio de um pen drive entregado pela Polícia Federal.

CONTEÚDO

No vídeo Bolsonaro se mostra incomodado com a falta de informações. Ele diz: "Não vou esperar f... ninguém de minha família ou amigo meu", afirmando que trocaria o comando da segurança. Pouco antes ele afirmava que "tinha a PF que não passava informações". A reunião, carregada de palavrões e insultos a governadores e prefeitos, ainda teve outro momento. Foi quando Bolsonaro defendeu o armamento de toda a população brasileira. "Povo armado jamais será escravizado. Quero ver se o povo tivesse armado tinha prefeito e governador mandando ficar em casa", diz.

CADEIA NO STF

Ainda durante a reunião, o ministro da Educação, Abraham Weintraub ameaçou o STF e disse que "se dependesse dele, botava todos esses vagabundos na cadeia, a começar pelo STF". A declaração do ministro gerou reações imediatas nas redes sociais, mas o STF ainda não se posicionou sobre o tema.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Londrina - PR
Atualizado às 21h31 - Fonte: Climatempo
25°
Nuvens esparsas

Mín. 17° Máx. 31°

25° Sensação
11 km/h Vento
74% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (22/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 30°

Sol com algumas nuvens
Sexta (23/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 30°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.