Sexta, 23 de Outubro de 2020 20:53
(43) 99953-0833
Últimas Notícias Associação

Associação de Bares vai entrar na Justiça contra decreto da prefeitura de Londrina

Associação de Bares vai entrar na Justiça contra decreto da prefeitura de Londrina

10/09/2020 15h02 Atualizada há 1 mês
Por: Derick Fernandes
Associação de Bares vai entrar na Justiça contra decreto da prefeitura de Londrina
A Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (ABRABAR) informou que vai entrar na Justiça contra o decreto que estabelece o fechamento completo do setor a partir de amanhã (11) em Londrina. Segundo a entidade, o objetivo é garantir a subsistência da categoria, fortemente abalada pela pandemia de coronavírus. Segundo o presidente da ABRABAR, Fábio Aguayo, o mandado de segurança vai representar estabelecimentos que tenham CNAEs de bares, mas que sejam autorizados a funcionar como lanchonete e restaurantes. A ação também vai pedir a liberação do serviço de Delivery, que também foi proibido pelo decreto. "Buscamos um alento para os empresários poderem trabalhar e tentarem sobreviver nestes dias de incerteza, no qual muitos já estão combalidos e perto da falência total", explicou Aguayo, que ainda relembrou as necessidades dos empresários. [audio ogg="https://24horas.com.br/wp-content/uploads/2020/09/WhatsApp-Ptt-2020-09-10-at-16.18.54.ogg"][/audio] "Serão semanas difíceis e mais 14 dias difíceis devido as consequências que o feriado da Independência de 7 de setembro podem ocasionar nas principais cidades do estado e do país", ressaltou ele, em referência ao período que o vírus demora para se manifestar. Fábio Aguayo disse que os empresários que possuem alvará para atividades secundárias (lanchonetes e restaurantes) alegam abuso de autoridade de fiscais da prefeitura, devido interpretações diversas dos decretos. [caption id="attachment_56813" align="aligncenter" width="1202"] Fábio Aguayo, presidente da ABRABAR - Foto: Divulgação[/caption]

PORTAS FECHADAS

Em função destas fiscalizações, diversos estabelecimentos foram obrigados a baixar as portas mesmo durante a atividade comercial. "Acreditamos que a Justiça é o caminho legal para impedir prejuízos ainda maiores para nossa categoria, que tem colaborado desde o início com as medidas adotadas na pandemia", informou Aguayo. Ainda conforme a ABRABAR, outra intenção é separar o joio do trigo, e combater as festas clandestinas. A entidade tem investigo em campanhas de conscientização junto aos empresários de gastronomia e entretenimento. "Tem gente que gosta de estragar tudo, só que não trabalhamos para estas pessoas. Trabalhamos para a maioria que tem responsabilidade social", disse Aguayo. "Temos sempre que separar o joio do trigo e combater esta minoria que faz as coisas erradas", afirmou o presidente. A entidade, ainda segundo Aguayo, vai criar um canal com a Prefeitura para denunciar os bares irregulares e solicitar a cassação de seus alvarás.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Londrina - PR
Atualizado às 20h50 - Fonte: Climatempo
21°
Chuva fraca

Mín. 19° Máx. 30°

21° Sensação
19 km/h Vento
100% Umidade do ar
90% (15mm) Chance de chuva
Amanhã (24/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 26°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Domingo (25/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.