Sexta, 04 de Dezembro de 2020 07:40
(43) 99953-0833
Eleições 2020 ELEIÇÕES 2020

Estelionato e jogos de azar: quem é Ciro Novaes, o vice de Águila Misuta em Londrina

Presidente do PMB já respondeu pelos dois crimes e chegou a tocar um bingo clandestino em Londrina

22/10/2020 10h41
Por: Derick Fernandes
Ciro Novaes em protesto contra a corrupção e impunidade - Foto: Divulgação
Ciro Novaes em protesto contra a corrupção e impunidade - Foto: Divulgação

 

Em tempos onde muito se fala em combate à corrupção, o tema virou discussão eleitoral entre candidatos à prefeitos em todo o Brasil. Em Londrina não é diferente, já que a cidade tem 10 candidatos e todos se dizem a melhor escolha para administrá-la por 4 anos.

Dentre esses candidatos, um destaca-se pelo seu posto de respeito: O delegado Águila Misuta, candidato pelo MDB e figura defendida por ser íntegro e honesto. Não se questiona a idoneidade do delegado, mas talvez, mesmo sendo um policial, ele não deu a devida atenção para o vice-prefeito. O vice é simplesmente quem substitui o prefeito em caso de viagens internacionais ou no caso de enfermidades, por exemplo.

O vice na chapa de Águila Misuta é o empresário Ciro Novaes Fernandes, ou simplesmente Ciro Novaes. Ele é presidente do Partido da Mulher Brasileira (PMB) e já presidiu também o PRTB, mesmo partido do vice-presidente da República, General Hamilton Mourão.

A reportagem do 24Horas recebeu diversas informações acerca de Ciro. Em 2008 por exemplo, ele foi denunciado pelo Ministério Público do Paraná por estelionato e beneficiamento financeiro ilícito, ao participar de um esquema que causou prejuízos ao Banco HSBC na época.

Ciro Novaes e Águila Misuta durante entrevista à rádio Paiquerê, de Londrina - Foto: Paiquerê
Ciro Novaes e Águila Misuta durante entrevista à rádio Paiquerê, de Londrina - Foto: Paiquerê

 

Segundo o MP, Ciro junto com outras três pessoas obtiveram vantagens ao pedir aumento de limite de crédito no banco, em uma operação conhecida como "redesconto" - que é quando o banco paga antecipadamente títulos de créditos de empresas para receber depois - e repassaram ao HSBC cheques sem fundo ou com assinaturas fraudadas. O prejuízo à instituição privada passou de R$ 100 mil.

O MP sustenta que Ciro e teve parte no prejuízo de R$ 86 mil causados ao banco em uma das operações (foram três). Na primeira vez, dois dos denunciados, identificados como Aguinaldo Luiz da Silveira e Orlando Castilho Junior, receberam do banco R$ 21 mil em redesconto. Os pagamentos que foram feitos ao banco foram por meio de cheques de empresas no nome de Ciro Novaes e de Rossine Novaes Fernandes. Porém os cheques foram devolvidos com inconsistências e fraude.

Na segunda operação, em que Ciro teve participação direta, foram mais R$ 86 mil pagos pelo banco. Dessa vez, os pagamentos à instituição foram feitos com cheques em nome de Aguinaldo Luiz da Silveira.

Na terceira aplicação do golpe, foram mais R$ 30 mil emprestados pelo HSBC, que foram pagos novamente com cheques sem fundos das empresas de Ciro.

Veja o que diz o MP: (Clique aqui para ler na íntegra)

CASSINO CLANDESTINO

Além da acusação de estelionato, Ciro Novaes também já foi acusado pela prática de jogos de azar. Até 2015, ele foi um dos gestores de um cassino clandestino que funcionava na Rua Professor Samuel Moura, em Londrina, mas que foi estourado pela Polícia Militar.

Em um termo circunstanciado, obtido com exclusividade pela reportagem do 24Horas, Ciro Novaes confessou o crime de contravenção penal. Como ele tinha mais de 70 anos na época dos fatos, acabou não sendo preso pela prática.

Segundo o TC, Ciro teria entrado no negócio de cassino clandestino por "acaso". Ele diz que uma casa foi alugada em seu nome sem seu consentimento pela sua esposa a época dos fatos, e que não saberia a serventia do imóvel. No interior da casa foram encontradas 14 máquinas caça-níqueis pelos policiais.

Ciro confessou que se associou ao então companheiro de sua filha Sheila Novaes, para instituir o negócio. O nome do sócio era "Marcelo" (ele só foi identificado pelo primeiro nome). Ciro e Marcelo se uniram em prol do negócio clandestino, mas acabaram rompendo sociedade e Ciro continuou tocando o cassino sozinho. (Veja na íntegra o Termo Circunstanciado)

OUTRO LADO

A reportagem do 24Horas tentou entrar em contato com Ciro Novaes pelo telefone dele mas não obteve sucesso e o número também não retornou as ligações. O espaço está aberto para esclarecimentos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Londrina - PR
Atualizado às 07h23 - Fonte: Climatempo
21°
Poucas nuvens

Mín. 20° Máx. 29°

21° Sensação
4 km/h Vento
100% Umidade do ar
90% (35mm) Chance de chuva
Amanhã (05/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 26°

Sol com muitas nuvens e chuva
Domingo (06/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 24°

Chuvoso