Sexta, 04 de Dezembro de 2020 11:49
(43) 99953-0833
Londrina SAÚDE

Governo desativa leitos de UTI no Hospital Universitário de Londrina

Leitos eram destinados a pacientes com coronavírus. Governo havia prometido mantê-los

02/11/2020 12h34 Atualizada há 1 mês
Por: Derick Fernandes
Secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto - Foto: Divulgação / AEN
Secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto - Foto: Divulgação / AEN

O Governo do Paraná determinou a desativação de 45 leitos de UTI destinados a pacientes com coronavírus no Hospital Universitário de Londrina (HU). Os leitos foram desativados neste domingo (01), sendo eles 10 leitos UTI adulto, 9 leitos de UTI pediátrica e 26 de enfermaria.

Segundo Vivian Feijó, superintendente do HU, a medida foi adotada após a queda no número de novos casos na macrorregião e a redução da ocupação dos leitos. Foram 550 novos casos de coronavírus registrados nas últimas duas semanas. A nível de comparação, na primeira semana de setembro foram 2.895 casos confirmados na região, durante o pico da pandemia.

O governo abriu 66 leitos de UTI Covid-19, 14 de UTI pediátrica e outros 80 leitos de enfermaria no Hospital Universitário de Londrina, que se transformou em referência no atendimento de casos de infeção por coronavírus. Com a redução de leitos, o HU sai de 454 para 409 leitos no total, deve manter uma quantidade reservada para tratamento do vírus.

A redução de leitos no entanto preocupa no caso de uma segunda onda da doença. Mesmo com a quantidade de leitos disponíveis, o Hospital Universitário chegou próximo da superlotação, com 86% dos leitos ocupados em setembro. Atualmente a ocupação está em 56%.

DESATIVAÇÃO JÁ ERA PREVISTA

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SESA), a desativação dos leitos estava no plano de enfrentamento da doença. São 681 leitos desativados entre o dia 01 de setembro e 03 de novembro.

Leitos já foram desativados em Curitiba, Guarapuava, Campo Mourão, Goioerê, Umuarama, Cianorte, Paranavaí, Colorado, Pato Branco, Sarandi e Maringá. Nos primeiros dias de novembro, a redução deve atingir ainda as cidades de Ivaiporã, Arapongas, Apucarana, Jacarezinho e São José dos Pinhais, além de Londrina.

A intenção do governo seria economizar recursos com a manutenção dos leitos e remanejar valores. Mas será possível reativá-los com urgência caso haja a necessidade. Segundo Vinicius Filipak, diretor da SESA, a reativação é possível quando a ocupação nas UTIs e enfermarias superar 75% do total.

No caso do HU, os leitos estavam colocados no hospital de retaguarda, onde deve funcionar a Maternidade do Hospital após a pandemia.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Londrina - PR
Atualizado às 11h44 - Fonte: Climatempo
28°
Poucas nuvens

Mín. 20° Máx. 30°

30° Sensação
9 km/h Vento
66% Umidade do ar
90% (35mm) Chance de chuva
Amanhã (05/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 26°

Sol com muitas nuvens e chuva
Domingo (06/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 24°

Chuvoso