Domingo, 17 de Janeiro de 2021 18:53
(43) 99953-0833
Brasil TRAGÉDIA

Acidente entre ônibus e caminhão deixa 41 mortos na fronteira entre SP e Paraná

Batida frontal aconteceu no trecho entre Taguaí e Taquarituba

25/11/2020 12h31
11.826
Por: Redação
41 pessoas morreram no acidente e dezenas ficaram feridas - Foto: Colaboração
41 pessoas morreram no acidente e dezenas ficaram feridas - Foto: Colaboração

Um acidente terrível, com proporções impressionantes, deixou ao menos 41 mortos no início da manhã desta quarta-feira (25) na SP-249, continuação da PR-218, entre Taguaí e Taquarituba, na região de Avaré, interior do estado de São Paulo.

A tragédia aconteceu próximo a divisa com o Paraná, perto de Carlópolis, no Norte Pioneiro, e envolveu um caminhão e um ônibus lotado de passageiros. Quase todos morreram.

Além dos mortos, dezenas de pessoas ficaram feridas na colisão frontal entre os dois veículos, que ficaram destruídos.

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual de São Paulo, inicialmente o número de mortos contabilizados era de 21 vítimas, mas o número foi atualizado para 41 óbitos mais tarde. As vítimas eram trabalhadoras de uma indústria têxtil e estavam indo para o trabalho no momento do acidente. O ônibus foi fretado pelos próprios trabalhadores.

Ainda conforme a polícia, haviam 53 passageiros no ônibus rodoviário.

O acidente é descrito pelos socorristas e pelo Governo de São Paulo como a maior tragédia em rodovias brasileiras no ano de 2020. A hipótese apontada para a batida é uma ultrapassagem malsucedida em um trecho de pista simples e faixa contínua.

O cenário era tétrico. Vários corpos e membros ficaram espalhados pela rodovia. Em uma das imagens, os corpos aparecem empilhados ao lado do ônibus completamente destruído. O trabalho de identificação das vítimas ainda está em andamento.

Bombeiros de Avaré, Taguaí e Piraju, cidades do interior de SP, participaram da operação de resgate das vítimas. Alguns sobreviventes ficaram presos nas ferragens do ônibus, e segundo as equipes de Socorro, todos foram encaminhados a hospitais da região.

ÔNIBUS ERA "LOTAÇÃO"

Segundo a empresa Stattus Jeans LTDA, onde as vítimas trabalhavam, o ônibus foi fretado pelos próprios funcionários para fazer o transporte até a empresa. O advogado Emerson Fernandes, que representa a Stattus, justificou informando que o coletivo era uma "espécie de lotação" e que a empresa não tem envolvimento com a locação do ônibus. 

As vítimas fatais eram moradoras da cidade de Itaí, que fica na mesma região.

"É importante dizer que a Stattus não tinha ligação com a empresa, e era uma espécie de lotação contratada pelos próprios funcionários para virem trabalhar na indústria que fica em Taguaí", disse o advogado, acrescentando que a empresa está consternada com a tragédia.

O acidente aconteceu no trecho final da viagem, na altura do KM 172 da rodovia. 

A Star Turismo, dona do ônibus envolvido no acidente, disse que está aguardando os dados da tragédia para tomar providências. "São muitas informações desencontradas, ainda não sabemos o que aconteceu. No momento todos os esforços estão sendo direcionados ao socorro das vítimas", informou por meio de nota. 

LUTO OFICIAL

Por causa do acidente, a prefeitura de Taguaí decretou luto oficial de três dias nas repartições públicas do município.

"Hoje a cidade amanheceu triste com a notícia de um acidente envolvendo um caminhão e um ônibus com trabalhadores de confecção que vinham de Itaí e Taquarituba para Taguaí. Estamos aguardando mais informações detalhadas pelos órgãos competentes. Externamos nossos sinceros sentimentos às famílias, amigos, à empresa e a colegas de trabalho desses que se foram. Dia triste", publicou a prefeitura nas redes sociais, informando o luto.

O governador de São Paulo, João Dória, o coordenador da Defesa Civil, Coronel Walter Nyakas Júnior, e os secretários de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, e de Saúde, João Gorinchteyn, irão visitar a região e o trecho do acidente.

Segundo o governo, as autoridades irão prestar apoio às famílias e visitar os hospitais onde os feridos estão internados. 

RODOVIA INTERDITADA

O Departamento de Estradas e Rodagem de São Paulo (DER-SP) informou que a SP-249 foi completamente interditada nos entroncamentos com a SP-287 e SP-255 e não há previsão de liberação.

O acesso será permitido apenas a moradores do bairro Aleixo, na região rural de Taquarituba. 

Os corpos estão sendo encaminhados ao IML de Avaré.

Corpos das vítimas ficaram empilhados perto das ferragens retorcidas - Foto: Colaboraçao
Corpos das vítimas ficaram empilhados perto das ferragens retorcidas - Foto: Colaboraçao

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.