Em vez de merenda, alunos carentes receberão kits com alimentos em Londrina

Cerca de 3,2 mil famílias receberão os kits.

Leia também:

Dengue chega a quase 88 mil casos no Paraná; 69 morreram

Estado tem mais de 204 mil casos suspeitos.

Com oito testes positivos, Londrina vai a 34 casos de coronavírus

Cidade confirmou oito novos casos. Cinco pessoas estão na UTI.

Caminhoneiros passam fome nas estradas e dizem não ter onde se alimentar

Com tudo fechado, eles não tem onde se alimentar.
Derick Fernandeshttps://www.24horas.com.br
O jornalista Derick Fernandes é editor chefe do 24Horas

A prefeitura de Londrina mudou a estratégia, e não deve mais servir merenda aos alunos nas escolas fechadas pela pandemia de coronavírus. A medida adotada, conforme a Secretaria de Educação, é distribuir kits com alimentos para as famílias carentes.

O anúncio foi feito pela secretária Maria Tereza de Moraes na tarde desta sexta-feira (20). Ela adiantou ainda que a equipe da secretaria já está preparando os kits e irá ligar para as famílias que receberão o alimento – cerca de 3,2 mil em Londrina.

“A medida foi repensada para evitar a circulação de pessoas e seguir o decreto que determina o fechamento de restaurantes. Para suprir a necessidade alimentar dos alunos mais carentes, a Secretaria vai estar entregando esses kits”.

Os kits contam com litro de leite, achocolatado, cereais e produtos de primeira necessidade, como óleo, arroz, feijão e macarrão.

Em contato com o 24Horas, o prefeito Marcelo Belinati reforçou a necessidade de assegurar o alimento dos alunos carentes, e disse ainda que a medida tomada pela prefeitura é mais segura, uma vez que possibilita também que a família do aluno possa se alimentar.

A prefeitura divulgou um vídeo onde a secretária Maria Tereza esclarece as medidas:

Comentários

#Face24H

- Publicidade -