Notícias

Com prisão decretada, Orlando Bonilha é considerado foragido pela Justiça

Ex-presidente da Câmara de Londrina foi condenado a cinco anos e três meses de cadeia pelo crime de concussão

O ex-vereador londrinense e ex-presidente da Câmara Municipal, Orlando Bonilha, já é considerado como foragido pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). A informação foi confirmada pelo coordenador da unidade, Jorge Barreto da Costa.

De acordo com Barreto, agentes do Gaeco procuraram Bonilha para executar a ordem de prisão expedida contra ele pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), mas não conseguiram localizá-lo.

O ex-líder do Legislativo municipal foi condenado a cumprir cinco anos e três meses de prisão, em regime semiaberto, pelo crime de concussão – isto é, uso ilegítimo da função pública para a prática de extorsão ou concessão de vantagem pessoal.

O Ministério Público (MP) apurou que Bonilha ficava com parte do salário do então controlador da Câmara, Márcio de Mello Piornedo, que havia sido nomeado por ele ao cargo. Dos R$ 5,8 mil percebidos mensalmente por Piornedo, cerca de R$ 2 mil eram repassados a Bonilha no período entre março de 2006 e dezembro de 2007.

Com informações do jornal Folha de Londrina.

Publicidade

AGORA NO 24H:

Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios