SIGA O 24H

Notícias

Dentista é morta pelo namorado em Maringá

Publicado

em

Uma mulher foi morta pelo namorado em Maringá na noite de terça-feira (02). O crime aconteceu por volta de 23h no Jardim Alvorada.

Franciele Tamura, 34, morreu na hora ao ser baleada pelo namorado, Marcelo Pradella, 38. Segundo a Polícia Militar, o ex-marido da vítima, identificado como Victor Yuki Morimoto, 30, também foi atingido.

Segundo informações, a dentista estava na frente da casa do ex-marido quando o atual namorado viu os dois conversando e praticou o crime.

Francielle teve morte instantânea. Victor foi atingido no abdômen e correu para pedir ajuda em um bar próximo. Ele foi socorrido pelo SAMU e não corre risco de morte. Marcelo se suicidou com um tiro na cabeça.

Segundo a PM, o atirador usou uma pistola calibre 380. Ele havia seguido a namorada para cometer o crime.

A tragédia chocou Maringá. Nas redes sociais amigos e familiares lamentam a morte da dentista. Não há informações de quanto tempo ela namorava Marcelo Pradella.

 

Marcelo Pradella cometeu suicídio após o crime.

O ex-marido, Victor Yuki Morimoto, foi atingido no abdômen, mas não corre risco de morte.

Publicidade

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Londrina

Londrina se torna terceiro principal destino turístico do Paraná

Cidade recebeu classificação A do Ministério do Turismo.

Publicado

em

O Paraná ganhou uma nova cidade com selo A no Mapa do Turismo Brasileiro. Londrina se junta a Curitiba e Foz do Iguaçu na melhor categoria como principais destinos do Estado, além do potencial para atrair ainda mais visitantes. A classificação é do Ministério do Turismo e traz um panorama de 2019 a 2021, dentro de uma estratégia de regionalização dos potenciais brasileiros.

É um índice determinante para o planejamento turístico das cidades.

Londrina é uma cidade de imigrantes de diversas nacionalidades e a maior cidade do interior do Paraná, com mais de 500 mil habitantes. É conhecida por seus parques (Arthur Thomas, Jardim Botânico, Lago Igapó e Mata dos Godoy), pelos monumentos (Museu de Arte de Londrina, Museu Histórico de Londrina, Cine Teatro Universitário Ouro Verde e Catedral Metropolitana), pela produção agrícola (trigo e soja) e pela universidade estadual, a UEL.

Catedral Metropolitana Sagrado Coração, no Centro de Londrina – Foto: Divulgação

Mas um dos principais fatores que corroboram para essa nova condição é o turismo de eventos. São quase mil catalogados no biênio 2018-2019 – apenas a Universidade Estadual de Londrina (UEL) organiza mais de 400 por ano. Outro exemplo é o Lidere, maior encontro empresarial da região Norte, que aconteceu neste mês pelo segundo ano e reuniu mais de mil pessoas e gestores de todo o País.

Um dos esforços que impulsionam esse novo momento foi idealizado pelo Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel): a redução de 5% para 3% do ISS (Imposto Sobre Serviços) para eventos. Essa política já foi adotada em cidades de pequeno e médio porte para atrair investimentos, e ajuda a potencializar as iniciativas já desenvolvidas pelos setores privado e público.

Segundo Maitê Uhlmann, diretora do Codel, esse projeto foi encaminhado à Câmara Municipal como forma de referendar essa nova condição. “Fizemos estudos para avaliar os possíveis resultados e consideramos válidos. A expectativa é que até o fim do ano a proposta seja aprovada pelos vereadores”, afirma. A justificativa leva em conta a competitividade entre as cidades e a possibilidade de melhorar o ambiente empresarial atraindo novas expertises.

Londrina. Foto: José Fernando Ogura/ANPr

Londrina. Rodoviária. Foto: José Fernando O gura/ANPr

VÍDEO INSTITUCIONAL

A diretora também explica que neste ano foi distribuído pela primeira vez pela cidade, pelo Estado e em redes digitais um vídeo institucional de Londrina, o que contribui como forma de fomentar o turismo. “Depois de 15 anos finalmente fizemos um vídeo que apresenta a cidade. Distribuímos nas redes sociais oficiais da administração pública e também nas nossas redes de contatos. O intuito é mostrar uma cidade cada vez mais relevante no cenário nacional”, comenta.

Para o presidente da Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil), Fernando Moraes, essa elevação se deve à vocação municipal no setor de serviços. “A sociedade civil londrinense é promotora natural do destino nos eventos que participa pelo País, influencia políticas públicas para o segmento no âmbito municipal e tem se dedicado a ampliar o número de eventos e a qualificá-los”, enumera Moraes.

O presidente da Acil destaca, ainda, o apoio à divulgação de um calendário de eventos, campanhas sazonais do comércio, além da qualificação do segmento por meio do seu Centro de Capacitação Empresarial e do Programa Empreender, promovidos pela associação.

FORÇAS PRODUTIVAS

Arnaldo Falanca, presidente da Londrina Convention Bureau, associação de entidades e organizações ligadas ao turismo da cidade, afirma que o novo status significa também uma nova responsabilidade. “É um reconhecimento da criatividade e das inovações dos nossos empresários. Precisamos criar ambientes para receber cada vez melhor os nossos turistas”, afirma.

Zona Sul de Londrina. Foto: José Fernando Ogura/ANPr

“É uma conquista das forças produtivas da cidade, que repercutirá em todo País e também internacionalmente em termos de captação de eventos e do turismo de negócios”, complementa o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati.

Essa elevação de categoria permitirá ao município angariar mais recursos federais para o turismo e vai fortalecer o emprego, o comércio e o desenvolvimento tecnológico da região, que já é conhecida como uma das que mais atraem startups no Estado. O selo A também fomenta a economia criativa.

Lago Igapó, em Londrina – Foto: José Fernando Ogura/ANPr

Londrina – Praça do Japão. Foto: José Ferando Ogura/ANPr

MAPA

O Mapa do Turismo estabelece uma categorização de municípios turísticos que vai de A a E. Essa classificação é um meio de acompanhar as economias turísticas locais. Além disso, com essas informações ele presta apoio a priorização de investimentos por programas do Ministério do Turismo, que dentre eles inclui ações de infraestrutura turística, preparação de qualificação profissional e promoção dos destinos, observando as características e demanda de cada cidade.

SELO B

O Paraná também ganhou cinco municípios com selo B e agora conta com 14 nessa classificação: Campo Mourão, Cascavel, Guarapuava, Guaratuba, Maringá, Matinhos, Paranaguá, Pato Branco, Ponta Grossa, Pontal do Paraná, São José dos Pinhais, Telêmaco Borba, Toledo e Umuarama.

Leia Mais

Londrina

Motorista que matou jovem atropelado em Cambé é indiciado por homicídio

Para a polícia, homem estava embriagado.

Publicado

em

Kevin morreu no acidente - Foto: Arquivo pessoal

O motorista Eldenir Lino Pires, de 38 nos, foi indiciado por homicídio com dolo eventual pela morte do jovem Kevin Cristian Semcovici, de 19 anos, no acidente registrado em 18 de outubro na rua Pascoal Moreira Cabral, no Jardim Silvino, em Cambé (região metropolitana).

A Polícia Civil concluiu que Eldenir dirigia sob influência de álcool, além de não ter habilitação. Ele furou a preferencial e atropelou o jovem, que conduzia uma motocicleta. Kevin foi socorrido, mas não resistiu e acabou morrendo no hospital.

Ainda conforme a polícia, após provocar o acidente, Eldenir fugiu pela contramão e ameaçou testemunhas que pediam que ele parasse o carro. Segundo os relatos, ele ainda gritou “já foi, já era” em referência a vítima.

Motorista que causou acidente se apresentou à polícia

ELE NEGA

Em seu depoimento, Eldenir disse que não provocou o acidente e que o jovem já estaria caído na rua quando foi atropelado – e que não viu o rapaz. A versão dele, porém, foi contestada. Um amigo que estava com Eldenir no momento do acidente, disse que eles haviam ingerido bebida alcoólica em um bar próximo do local antes da tragédia.

O homem não foi localizado para comentar o indiciamento.

Leia Mais

Notícias

Nasce Dona, filha de Tatá Werneck e Rafael Vitti; Veja fotos!

“Ela é linda!” Escreveu Tata no Twitter.

Publicado

em

Foto: Instagram

Nasceu nesta quarta-feira (23) a primeira filha de Tatá Werneck e Rafael Vitti na Casa de Saúde São José, no Humaitá, na zona sul do Rio de Janeiro. Um dos dilemas do casal ao longo de toda a gestação, o nome da criança ainda é um incógnita.

“Tatá Werneck deu à luz uma linda menina hoje de manhã. Ela e Rafael Vitti estão radiantes e agradecem o carinho de todos”, confirmou a assessoria de Tatá à reportagem. Mais cedo, a apresentadora e atriz já havia publicado uma mensagem em seu perfil no Twiiter uma única frase: “Ela é linda”. O assunto já é um dos mais comentados na rede social.

Por volta das 10h30, Tatá divulgou a foto do parto no Instagram. “Minha neném nasceu estava com tanto medo que pensei em fugir do hospital durante a noite. Mas escalar prédios, grávida, é muito difícil, ainda mais para quem já não escalava sem estar grávida. P.S: normalmente as pessoas vão bem bonitas para sala de parto. Eu ouvi a frase “a senhora gostaria de pentear o cabelo?”, brincou a humorista.

Na sequência, a apresentadora publicou uma imagem de uma boneca com a seguinte mensagem: “Nasceu Dona Werneck Vitti”.

Quando estava grávida de 33 semanas, Tatá disse que a criança se chamaria Cora Maria, e depois cogitou mudar para Julieta. Há algumas semanas, Vitti narrou ao site F5 a dificuldade que o casal estava tendo para escolher o nome: “São duas pessoas escolhendo e mais mil dando pitaco”.

A mãe do ator, Valéria Alencar Vitti, publicou na rede social um rosa branca com a legenda: “Viva à vida”. Vários artistas também se manifestaram nas redes sociais para parabenizar o casal.

“Que foto maravilha. Affe que emoção, Tatá! Saúde para vocês”, escreveu Sarah Oliveira. “Que bênção! Viva! Parabéns! Toda a felicidade do mundo para essa família amada”, comentou Sabrina Sato. O casal também recebeu mensagens de Astrid Fontenelle, Marcus Majella, Marina Moschen, Alexandra Maestrini entre outros.

A gravidez de Tatá foi marcada por muitos enjoos. A atriz chegou a afirmar que passava mal “30, 40 vezes em um único dia”. A atriz sofre de hiperêmese gravídica, mesma complicação que atingiu a duquesa de Cambridge, Kate Middleton, 37, e provoca náuseas intensas.

Durante a gravidez, a atriz também afirmou que o mal-estar tinha começado antes mesmo de ela saber da gravidez, que não foi planejada. Tatá descobriu a gravidez durante a gravação da série “Shippados” (Globoplay).

(FOLHAPRESS)

Leia Mais
Publicidade

Curta o 24Horas