fbpx
PUBLICIDADE
Notícias

Faltou experiência para o LEC?

Tubarão enfrentou o primeiro revés no Paranaense 2019

LONDRINA – A instabilidade é uma marca das equipes jovens. E o Londrina sentiu isso na derrota de virada por 3 a 1 para o FC Cascavel neste domingo (27). Após um grande primeiro tempo, o time foi totalmente dominado na segunda etapa e conheceu o seu primeiro revés na temporada, justamente na sua estreia no Estádio do Café.

Com Anderson Oliveira fazendo uma grande partida, o LEC poderia ter terminado a primeira parte do jogo vencendo por 3 a 0. Germano se redimiu do pênalti perdido no meio de semana e abriu o placar aos 17, após pegar o rebote de uma finalização de Romulo.

Na sequência, Oliveira recebeu dento da área e acertou um lindo chute no travessão. O garoto ainda fez excelente jogada pela esquerda e serviu a Uelber, que perdeu gol feito dentro da pequena área.

Ciente que não poderia mais contar com a sorte, o técnico do Cascavel, o ex-volante alviceleste Paulo Foiani, voltou do intervalo com Mateusinho e Tocantins no ataque e mudou o jogo. O time do Oeste pressionou desde o início e não demorou para empatar.

Aos 11, Ricardo Lobo aproveitou rebote errado do goleiro Alan após uma falta e deixou tudo igual. O LEC se perdeu e tomou a virada nove minutos depois. Cruzamento da direita e novo gol do centroavante.

Enquanto o Cascavel melhorou com as alterações, as do Alemão não surtiram efeito. Entraram Matheus Bianqui, Lucas Machado e Miullen, que perdeu a única chance de gol do Alviceleste, após outra grande jogada de Anderson Oliveira.

Anderson Oliveira, que deitou e rolou pela esquerda no primeiro tempo e que, inexplicavelmente, jogou quase o segundo tempo inteiro na direita. Só quando voltou para a esquerda, o time melhorou um pouco.
Fisicamente o LEC sentiu também os três jogos da semana e não teve forças diante de um adversário que treinou mais de dois meses para jogar o Estadual.

ANÁLISE

Não me empolguei nos 3 a 0 diante do Cascavel CR e nem acho que está tudo errado depois desta primeira derrota. O time tem as suas limitações e muita juventude. E o clube não escondeu de ninguém que a meta no Paranaense é não cair e revelar alguns talentos para o Brasileiro. Então, o melhor é ter paciência e torcer pela evolução da equipe, Allan independente de ter falhado na minha visão em 2 gols ( e primeiro e o segundo) tem crédito e não merece ter sua titularidade questionada.

Leia também

Botão Voltar ao topo
Fechar