Feiras Livres serão permitidas até segunda-feira em Londrina

Prefeitura deixou a critério dos feirantes realização da feira do Cincão.

Leia também:

Dengue chega a quase 88 mil casos no Paraná; 69 morreram

Estado tem mais de 204 mil casos suspeitos.

Com oito testes positivos, Londrina vai a 34 casos de coronavírus

Cidade confirmou oito novos casos. Cinco pessoas estão na UTI.

Caminhoneiros passam fome nas estradas e dizem não ter onde se alimentar

Com tudo fechado, eles não tem onde se alimentar.
Derick Fernandeshttps://www.24horas.com.br
O jornalista Derick Fernandes é editor chefe do 24Horas

A Prefeitura de Londrina resolveu permitir a realização das feiras livres até a próxima segunda-feira (23) na cidade. A medida foi tomada para não prejudicar os feirantes que já compraram produtos no Ceasa para serem comercializados.

A decisão ainda não impacta a realização da tradicional feira do Cincão, na Zona Norte, entretanto, a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) informou que fica a critério dos feirantes a participação ou não da feira livre.

+ Prefeito de Londrina decreta fechamento do comércio
+ ANTT contraria decreto do governador e mantém viagens interestaduais

Conforme o decreto baixado pelo prefeito Marcelo Belinati, o comércio de Londrina deve suspender o funcionamento a partir de segunda-feira, entretanto, a nesta sexta-feira (20) algumas lojas já tinham fechado por tempo indeterminado.

O prazo foi concedido para que os empresários possam se organizar em relação ao trabalho, e consigam ter um lapso de tempo para informar funcionários sobre as medidas que serão adotadas.

PREFEITO LAMENTOU

“Hoje é um dos dias mais tristes de minha vida. Jamais imaginei que uma pandemia me levasse a assinar medida tão forte, mas extremamente necessária: assinei decreto determinando o fechamento do comércio de Londrina a partir de hoje. É medida que visa evitar contaminações e salvar vidas”, disse o prefeito.

Prefeito Marcelo Belinati anuncia fechamento do comércio – Foto: Divulgação

Marcelo Belinati ainda falou sobre os reflexos inevitáveis na economia local, com grandes prejuízos: “Haverá grande reflexo na economia local, com incalculáveis prejuízos para os empresários e também na arrecadação da prefeitura, além dos vendedores e vendedoras que trabalham à base de comissão. Peço e agradeço a compreensão de todos londrinenses, tenho fé em Deus e em Nossa Senhora, Padroeira de Londrina, que esse vírus logo logo será derrotado e Londrina, o Brasil e o mundo voltarão à normalidade”, concluiu.

 

Comentários

#Face24H

- Publicidade -