Adolescentes armados assaltam loja e um acaba morto pela polícia no Paraná

Leia também:

Frio chega pra valer ao Paraná; Londrina tem previsão de 7ºC na segunda

É bom você preparar a japona e fazer o quentão. O frio será intenso!

Governo do Paraná autoriza abertura de igrejas

Tempos tem ocupação limitada a 30%
Derick Fernandeshttps://www.24horas.com.br
O jornalista Derick Fernandes é editor chefe do 24Horas
- Publicidade -

Um garoto de 13 anos morreu e outro de 17 foi baleado durante um assalto na noite desta quarta-feira (09) no bairro São Braz, em Curitiba. De acordo com as informações, os menores estavam armados e deram voz de assalto nas Lojas Americanas, fazendo funcionários e clientes, inclusive crianças, como reféns.

Segundo as informações, um rapaz que passava pela loja percebeu o assalto e acionou a Polícia Militar (PM) que cercou a loja. A ocorrência foi por volta das 20h.

Com um revolver, o menino de 13 anos apontou a arma para os policiais, que atiraram. O garoto foi baleado no peito e morreu na hora. O outro, que estava nos fundos da loja, também efetuou um disparo, mas acabou sendo alvejado na perna e se rendeu. Ele foi encaminhado ao Hospital Evangélico de Curitiba.

ASSALTO

Uma mulher que foi feita refém contou que em um primeiro momento não entendeu o que estava acontecendo. “Eu não tava entendo o que estava acontecendo, as moças que trabalham na loja passaram e falaram que era para ir para os fundos. Quando chegou um rapaz perto de mim e disse para seguir ele, mas respondi que não ia porque não queria deixar meu filho sozinho correndo entre as prateleiras. Então, ele me ajudou a pegar o meu filho e disse que era para eu ficar calma e não fazer nada, foi quando entendi que era um assalto”, contou a vítima que disse ainda que o assaltante pediu para ela dizer que ele era seu sobrinho.

“Eu me abaixei no chão com a criança e ele falou que se chegasse alguém era para falar que ele era meu sobrinho. Quando a polícia chegou perto e viu que ele tava armado, a arma estava embaixo da roupa, o policial começou a conversar com ele e quando viu que ele ia reagir atirou para defender a gente e se defender”, descreveu.

O corpo do garoto que morreu foi recolhido pelo IML de Curitiba.

Fique ligado:

- Publicidade -