Exclusivo: Polícia prende envolvidos em morte de rapaz em Rolândia

Leia também:

Londrina vira assunto no Twitter por relatos de violência sexual entre jovens e adolescentes

Elas chamam a atenção para casos de violência e abusos, e pedem por Justiça.

Aumento dos casos de coronavírus em Londrina leva MP a pedir novo fechamento do comércio

Promotoria diz que cidade não segue recomendações científicas.

Guardas Municipais são indiciados pela morte de adolescente de 16 anos em Londrina

Crime aconteceu em outubro de 2019 no Jardim Bandeirantes.
Redaçãohttps://www.24horas.com.br
Reportagens da Redação 24Horas
- Publicidade -

Uma investigação das Polícias Civil e Militar resultou na identificação de dois homens envolvidos no homicídio de Marco Aurélio Chiarelli Ayoub, 32, em Rolândia.

O crime aconteceu no último sábado (06). O corpo da vítima foi encontrado em um buraco na antiga estação ferroviária da cidade.

Marco Aurélio Chiarelli Ayoub, rapaz assassinado – Foto: Arquivo pessoal

De acordo com o serviço de inteligência da Polícia Militar, Alex Delvore, vulgo “Facadinha” e Douglas Willian Costa Gonçalves, conhecido como “Pajé”, foram presos na quinta-feira (11).

Alex foi detido na Avenida Tiradentes, área central da cidade. Segundo a polícia, ele confessou a participação no assassinato.

Douglas foi preso na Rua Lázaro Teixeira Dorta, Jardim Ouro Verde. Ele assumiu que praticou o homicídio e disse que vítima teria assediado e ameaçado a mãe dele.

Alex e Douglas foram ao local do crime com os policiais. Os dois disseram que usaram pedaços de madeira para cometer o homicídio e também jogaram cal sobre o corpo após o crime. A dupla também indicou o local onde estava uma blusa suja com o sangue da vítima.

Ambos foram encaminhados à delegacia. Mas segundo a PM, como não estavam em flagrante e não havia mandados de prisão os dois foram liberados.

No entanto, os mandados foram expedidos nesta sexta-feira (12) pela justiça e Douglas já foi preso. Alex ainda não foi encontrado.

Pedaços de madeira usados para cometer o crime e uma blusa com o sangue da vítima – Foto: Guilherme Spanguemberg

Fique ligado:

- Publicidade -