Menina queimada pelo próprio pai em Carlópolis morre em Londrina

Leia também:

Londrina vira assunto no Twitter por relatos de violência sexual entre jovens e adolescentes

Elas chamam a atenção para casos de violência e abusos, e pedem por Justiça.

Aumento dos casos de coronavírus em Londrina leva MP a pedir novo fechamento do comércio

Promotoria diz que cidade não segue recomendações científicas.

Guardas Municipais são indiciados pela morte de adolescente de 16 anos em Londrina

Crime aconteceu em outubro de 2019 no Jardim Bandeirantes.
Redaçãohttps://www.24horas.com.br
Reportagens da Redação 24Horas
- Publicidade -

Morreu na tarde deste domingo (15) no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Hospital Universitário de Londrina (HU), a menina Maria Isabela Oliveira, de 4 anos.

A criança não resistiu às queimaduras provocadas pelo próprio pai, Antônio de Oliveira (foto) no dia 21 de agosto, quando ele ateou fogo na casa da família. Além da menina, a mãe dela, Sueli Pedroso de Oliveira, de 31 anos, também morreu no hospital na última quarta-feira (11).

O criminoso também sofreu queimaduras superficiais e foi levado ao Complexo Médico Penal (CMP) em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Ele responderá por homicídio duplamente qualificado, com meios cruéis, além de infanticídio e feminicídio.

Homem está preso em Pinhais, na Grande Curitiba

Sueli Pedroso também morreu devido ao incêncio – Foto: Arquivo pessoal

Fique ligado:

- Publicidade -