Polícia procura assassinos de estudante em Maringá

Leia também:

Londrina vira assunto no Twitter por relatos de violência sexual entre jovens e adolescentes

Elas chamam a atenção para casos de violência e abusos, e pedem por Justiça.

Aumento dos casos de coronavírus em Londrina leva MP a pedir novo fechamento do comércio

Promotoria diz que cidade não segue recomendações científicas.

Guardas Municipais são indiciados pela morte de adolescente de 16 anos em Londrina

Crime aconteceu em outubro de 2019 no Jardim Bandeirantes.
Redaçãohttps://www.24horas.com.br
Reportagens da Redação 24Horas
- Publicidade -

A Polícia Civil está a procura dois suspeitos de estuprar e matar a estudante Jeniffer Tavares, de 16 anos, em Maringá. O corpo da jovem foi encontrado seminu na manhã desta terça-feira (07) em uma rua pouco movimentada na zona norte da cidade.

Um laudo do Instituto Médico-Legal (IML) atestou que Jeniffer tinha sinais de violência sexual além de traumatismo craniano e marcas de esganadura.

A garota desapareceu na noite de sábado (04) para ir a uma festa com amigos. Em depoimento à Polícia Civil, uma amiga da adolescente que estava na mesma festa disse que chamou a garota para ir embora após o evento, no entanto, a jovem preferiu ficar no local na companhia de dois homens.

Eles foram identificados pela investigação, que continua apurando o caso. Até o momento, ninguém foi preso.

O corpo foi encontrado dois dias depois por recicladores. A suspeita é que Jeniffer tenha sido morta, e o corpo desovado no local em seguida. Câmeras de segurança também estão sendo analisadas.

Fique ligado:

- Publicidade -