Mulher picada por aranha venenosa espera atendimento por duas horas na UPA de Apucarana

Leia também:

Londrina vira assunto no Twitter por relatos de violência sexual entre jovens e adolescentes

Elas chamam a atenção para casos de violência e abusos, e pedem por Justiça.

Homem que estava em carro roubado morre em confronto na BR-369 em Cambé

Homem estava armado. Polícia encontrou droga no carro.
Redaçãohttps://www.24horas.com.br
Reportagens da Redação 24Horas
- Publicidade -

Uma mulher de 56 anos sofreu na pele o descaso com a saúde pública em Apucarana. Após ser picada por uma aranha venenosa, ela teve que aguardar duas horas por atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento, gerida pela Prefeitura Municipal.

Almira Francisca Cassiano chegou a implorar por atendimento urgente, devido as fortes dores que sentia, mas ficou das 18h às 20h sentada na sala de triagem. Mais do que isso, depois de ser atendida, só voltou pra casa às 4h.

A filha dela, Cristiane Cassiano, ficou revoltada e gravou um vídeo denunciando o descaso. Nas imagens é possível ver que um segurança tenta impedi-la de filmas, mas não consegue. Ainda no vídeo dá pra ouvir o choro da mulher. Ao perceberem a gravação, os funcionários da UPA que aparecem nas imagens fecham as portas para não serem filmados.

A Secretaria de Saúde de Apucarana não se pronunciou sobre o episódio.

VEJA O VÍDEO >

Fique ligado:

- Publicidade -