SIGA O 24H

Paraná

Governo propõe reajuste parcelado até 2022, mas sindicato chama de indecente

Governador ofereceu reposição salarial de 5,09% em quatro parcelas até 2022, concursos públicos e pediu fim da licença prêmio.

Publicado

em

Foto: João Paulo Vieira

O governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), anunciou nesta quarta-feira (03) uma proposta de 5,09% de reposição salarial aos servidores públicos estaduais. Porém, a reposição salarial seria paga de forma gradativa, até 2022. A proposta não agradou os servidores, e o sindicato respondeu com repúdio.

Com a maior parte das atividades paralisadas desde o dia 25 de junho, principalmente na área da educação, os servidores reivindicam um aumento mínimo de 4,94% referente à inflação do último ano e negociação dos atrasados.

A Proposta

O reajuste proposto pelo governador será feito em quatro etapas. O primeiro será pago a partir de outubro deste ano, 0,5%. Em janeiro de 2020, mais 1,5%. Outro 1,5% será aplicado em janeiro de 2021, caso a receita corrente líquida (RCL) do Estado no ano anterior tenha crescido pelo menos 6,5%. Os outros 1,5%, incidirá em janeiro de 2022, desde que a receita apresente crescimento mínimo de 7% nos doze meses anteriores.

Governador Ratinho Junior durante anuncio de reajuste.
Foto: Arnaldo Alves / ANPr.

Além do aumento, Ratinho Junior se comprometeu com contratações por meio de concursos público, de quase seis mil servidores. Serão 2.560 policiais militares, 988 professores, 400 policiais civis, 400 profissionais de saúde e 1.269 agentes de cadeia. Segundo o governo, as contratações darão um impacto de R$ 200 milhões por ano, mas não definiu uma data para o início dos processos seletivos.

Como condições para a assinatura do acordo, o governo pediu que os servidores assumam um compromisso público de concordância, além de aceitarem o fim da licença prêmio.

Sem acordo

A proposta de Ratinho não agradou os grevistas. Em nota, o Sindicato dos Trabalhadores da Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato) repudiou e chamou a proposta de indecente. Veja a íntegra da nota publicada pelo App-Sindicato:

APP-Sindicato repudia proposta do governo

O governador Ratinho Junior convocou a imprensa para apresentar uma proposta para os servidores. A prática já se configura como um desrespeito as mais de 280 mil famílias de servidores públicos paranaenses, da ativa e aposentados, que estão há 42 meses com seus salários congelados e em greve pela falta de diálogo do executivo.

Não bastasse isso, o governador apresentou, a portas fechadas, uma proposta indecente de reajuste para as categorias.

Em debate desde março deste ano, o Fórum dos Servidores vem apresentando estudos e finalizou junho com uma proposta ao governo que é possível de ser paga: a implantação da inflação dos últimos 12 meses e negociação dos outros cerca de 13% referentes a anos anteriores.

Infelizmente, o governo do Paraná não respondeu a proposta e os servidores decidiram entrar em greve por tempo indeterminado.

A proposta apresentada hoje é uma afronta as categorias. Como dizer a uma merendeira de escola, cujo salário é de pouco mais de mil reais, que seu salário será reajustado em cinco reais a partir de outubro? É uma vergonha para um governo que isenta em R$ 10,5 bilhões por ano, empresários e ruralistas.

Mais grave é tentar chantagear as categorias de servidores e condicionar a efetivação dessa proposta a retirada de direitos dos servidores.

Queremos que o governador cumpra a promessa de campanha, de manter as portas do palácio abertas para negociar e pagar o que deve aos servidores.

A Greve continua porque é legítima e tem uma pauta de garantia de direitos a quem atende a população que mais necessita do Estado. É grave, é greve!

Direção Estadual da APP-Sindicato

Curitiba, 03 de julho de 2019

Publicidade

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Londrina

Morre no hospital motorista que sofreu acidente na Avenida Brasília

Homem foi socorrido em estado gravíssimo, mas não resistiu.

Publicado

em

Foto: Eliandro Piva / RICTV

Morreu no hospital o homem identificado como Juliano César Camargo, de 41 anos. Ele ficou gravemente ferido após sofrer um acidente na noite de sábado (09) na Avenida Brasília, trecho urbano da BR-369, em Londrina.

Juliano dirigia um automóvel Toyota Corolla e perdeu o controle do veículo, colidindo violentamente em um poste e em seguida em um muro.

Com o impacto o carro ficou completamente destruído. Segundo testemunhas, o carro estava em alta velocidade.

A vítima foi levada em estado gravíssimo ao Hospital Universitário (HU) com trauma facial, afundamento de crânio e exposição do globo ocular. Devido aos ferimentos, ele não resistiu e morreu na manhã deste domingo (10).

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Londrina.

Leia Mais

Londrina

Casal é feito refém por bandidos na Zona Norte de Londrina

Dois maiores foram presos e dois menores apreendidos.

Publicado

em

Foto: Divulgação / Polícia Militar

A Polícia Militar (PM) prendeu dois jovens e apreendeu dois menores suspeitos de cometer assaltos e fazerem reféns na madrugada desta segunda-feira (11) na Zona Norte de Londrina.

O grupo estava em dois carros roubados das vítimas. Segundo a Polícia Militar (PM) um dos veículos, um VW Fox, foi avistado por uma viatura em alta velocidade na Avenida Winston Churchill. Os policiais registraram terem visto uma arma nas mãos dos ocupantes do veículo, que ao perceber a aproximação da viatura, empreenderam fuga pela Avenida Henrique Mansano.

A perseguição teve início, e os suspeitos conseguiram fugir até a rodovia Carlos João Strass, onde o motorista perdeu o controle do carro e acabou por colidir em um muro.

O motorista do carro era um adolescente de 15 anos. O menor admitiu aos policiais que ele e mais três comparsas estavam cometendo assaltos na cidade, e que ele estaria como batedor dos criminosos.

O grupo roubou além do Fox, outro carro, um Ford Fiesta. O veículo foi abordado pela polícia com dois reféns – um casal de namorados – que disse terem sido agredidos pelos bandidos. O casal e o carro foram abandonados em uma estrada de terra entre Ibiporã e Londrina ao perceberem que a polícia estava na caça deles.

Três suspeitos, sendo dois homens de 18 e 20 anos, foram presos, e outro adolescente de 13 anos foi apreendido. Eles estavam escondidos da polícia em uma casa na Zona Norte de Londrina.

A polícia também apreendeu um simulacro de pistola e o dinheiro levado das vítimas. Os dois carros roubados também foram recuperados.

VEJA O VÍDEO:

Leia Mais

Londrina

Prefeitura instala iluminação em LED no entorno do Lago Igapó

Cerca de 302 luminárias serão instaladas no entorno do lago.

Publicado

em

Foto: Wilson Vieira

A Prefeitura de Londrina anunciou neste ano um plano de iluminação que prevê a troca de todos os pontos de luz da cidade por LED, com maior durabilidade e qualidade. Cerca de 12 mil pontos já foram instalados, e a meta é que até o fim do ano, sejam 20 mil pontos.

Agora, operários da Sercomtel Iluminação trabalham para reforçar o sistema no entorno do principal cartão postal de Londrina, o Lago Igapó. Inicialmente, o entorno do Igapó 2 receberá as luminárias – isso devido as comemorações de Natal, que prevê uma árvore de 22 metros flutuante sobre o lago.

Quem passa pelo local já percebe as mudanças. Cabeamentos e proteção antifurto estão sendo instaladas para que as luminárias funcionem sem interferência. As lâmpadas de LED vão possibilitar que o Igapó volte a ser frequentado até tarde da noite, isso porque a iluminação proporcionada pelo LED é bem maior do que as lâmpadas tradicionais, de vapor de sódio ou metálico.

No total, 302 luminárias serão instaladas tanto na pista, quanto ao redor de toda a área próxima da calçada e ciclovia.

Leia Mais
Publicidade

Curta o 24Horas