fbpx

Temporal em Guaratuba faz barcos voarem e destrói imóveis; Parte da cidade ficou sem luz

Três barcos afundaram na Baía de Guaratuba. Várias residências foram destelhadas.

GUARATUBA – Parte da cidade de Guaratuba, no litoral do Paraná, ficou sem luz depois que o município foi atingido por um ciclone na tarde desta quarta-feira (16). Imóveis foram danificados e pelo menos três embarcações afundaram após serem arremessadas pelos ventos que chegaram a 87 km/h de acordo com o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar).

A situação na cidade está caótica e há falha nas comunicações em alguns momentos, devido a falta de luz, segundo informações de veranistas que estão na região.

Estruturas na orla de Guaratuba ficaram danificadas após a tempestade – Foto: Colaboração / WhatsApp

Conforme a Defesa Civil Estadual, 13 imóveis foram destelhados em Guaratuba e Matinhos. A Prefeitura de Matinhos, vizinha à Guaratuba, disse que os prédios das Secretaria de Saúde e Centro Municipal de Cidadania foram destelhados.

A tempestade também provocou pânico em passageiros de uma das balsas que faz a travessia entre Caiobá e Guaratuba. As rajadas arrastaram a embarcação para a barra, e por pouco não foi parar em mar aberto. A Capitania dos Portos do Paraná (CPPR) resgatou a embarcação e os passageiros em segurança.

Leia também >

SEM LUZ

Até às 01h da madrugada desta quinta-feira (17), parte da cidade estava sem luz, e técnicos da Companhia Paranaense de Eletricidade (Copel) trabalhavam para normalizar o fornecimento.

RAJADAS DE VENTO

Vários vídeos mostram o momento da chegada da tempestade. A força do vento fez uma embarcação ser arremessada sobre um carro à beira mar. (Assista abaixo). Barcos ficaram virados na praia de Caieiras, também em Guaratuba.

BALSA À DERIVA

A força dos ventos também fez uma balsa da F.Andreis desviar da rota e ficar à deriva quase em mar aberto. Segundo a F.Andreis, a embarcação que não estava lotada, foi resgatada com o auxílio de outras embarcações e a Capitania dos Portos do Paraná. O problema, conforme a empresa que gere a travessia Caiobá/Guaratuba, o problema foi resolvido após cerca de 40 minutos.

Balsa ficou à deriva por causa da tempestade – Foto: Colaboração / WhatsApp

Leia também

Botão Voltar ao topo
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar