29 C
Londrina

Youtuber trans é humilhada em público após sofrer assalto e ser largada nua em Paranaguá

Leia também:

Policial morre em confronto durante assalto a banco em Telêmaco Borba

Bandidos estavam armados com fuzis e escopetas.

Homem traído pela mulher se pendura na rede elétrica no Centro de Londrina

Ele tentou suicídio, mas não sofreu ferimento algum.

Filha de Silvio Santos pede demissão do SBT

Nesta quinta-feira (20) a apresentadora do "Bom dia e Cia", Silvia Abravanel, filha de Silvio Santos, surpreendeu a todos com um pedido de demissão. A confusão começou quando Silvia ficou indignada com uma fake news, falando que sua equipe teria ficado dispersa no programa de segunda-feira (17), pois a apresentadora teria faltado. Na quarta-feira (19), Silvia chamou no palco, ao vivo, membros de sua equipe para justificar sua falta. 
Derick Fernandeshttps://www.24horas.com.br
O jornalista Derick Fernandes é editor chefe do 24Horas
- Publicidade -

A youtuber e cantora transsexual Lunna Alves, de 20 anos, foi humilhada em público após ser assaltada e ser largada nua na rua, em Paranaguá, no litoral do estado. Segundo a jovem, ela tinha saído com os amigos e acredita ter sido dopada.

Em um vídeo publicado em sua página, Lunna disse que saiu de casa na noite de sábado, e que estava em uma casa noturna de Paranaguá quando passou mal e perdeu a consciência. A youtuber contou que acordou na manhã seguinte, nua e largada próximo à praça de eventos Mário Roque, onde acontece a Festa Nacional da Tainha.

“Eu levantei assustada, estava ainda tonta e percebi que estava pelada. Saí pedindo ajuda para as pessoas, mas ninguém me ajudou, e ainda riram de mim. Foi muita humilhação, só eu sei o que passei”, contou. A youtuber também contou que tentaram abusar sexualmente dela durante o crime.

Um vídeo publicado pelo site Agora Litoral mostra o momento em que a jovem aparece desesperada na praça de eventos abordando as pessoas, pedindo por ajuda. Ninguém para para ajudá-la, e ela continua caminhando pelo local, enquanto outras pessoas gravavam a cena.

O vídeo repercutiu e teve mais de 100 mil visualizações. Muitos dos comentários, sugeriram inclusive que a jovem teria algum distúrbio mental. Lunna registrou o caso na Delegacia de Paranaguá.

ASSISTA O VÍDEO:

 

Assine nossa Newsletter

Receba diariamente as principais notícias do Paraná e do Brasil.

Comentários

#Face24H

- Publicidade -