Londrina e regiãoNotíciasPolítica

Boca Aberta e filho querem suspensão dos salários de Rony e Takahasi

Ação popular pede também a devolução dos vencimentos percebidos pelos vereadores afastados nos últimos 12 meses

O deputado federal Emerson Petriv, mais conhecido como Boca Aberta (Pros), abriu uma ação popular que pede a suspensão do pagamento de salários aos vereadores londrinense Rony Alves (PTB) e Mário Takahashi (PV), ambos réus por corrupção no âmbito da Operação ZR3.

O projeto criado por Petriv conta também com a assinatura do filho do parlamentar – o deputado estadual Matheus Viníccius Ribeiro Petriv, o Boca Aberta Júnior (PRTB) – e propõe que os vencimentos dos dois vereadores sejam, daqui em diante, depositados em uma conta judicial, à qual eles não teriam acesso, até o fim do período de afastamento determinado pela Justiça. Além disso, pede a devolução por parte de Takahashi e Rony dos valores a eles pagos a título de remuneração de janeiro de 2018 para cá. Esse total somaria mais de R$ 337 mil.

“O pagamento de salários a estes edis é um impropério, uma afronta a todos os trabalhadores londrinenses que ganham, na e sua imensa maioria, um salário mínimo, enquanto ambos os vereadores recebem mais de 12 salários mínimos sem trabalhar em prol do povo londrinense, utilizando seus salários para pagar seus advogados, custas processuais, suas despesas pessoais e outras despesas, estando prevalecendo o interesse particular sobre o interesse público, como é o caso”, afirma o texto da ação.

O advogado de Rony, Anderson Mariano, minimiza a relevância da medida impetrada por Boca Aberta – a qual, na visão dele, dificilmente terá algum desdobramento significativo para seu cliente. “Essa questão [do pagamento de salários aos vereadores durante o afastamento] já foi apreciada pelo Poder Judiciário, logo, o ajuizamento não tem a menor chance de prosperar”, afirmou ele, em entrevista à Folha de Londrina.

Publicidade

AGORA NO 24H:

1
Fale com o 24Horas!

Envie fotos, vídeos ou sugestões!
Powered by
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios