fbpx
PUBLICIDADE
EducaçãoLondrina

Indicativo de greve na UEL: prazo para pagamento de salários é até dia 31

Em assembléia realizada na tarde desta segunda-feira (29), os representantes do Sindicato dos Professores do Ensino Superior Público Estadual de Londrina e Região (Sindiprol/Aduel) aprovaram o indicativo de greve em caso de não pagamento dos salários dos professores e servidores da universidade até o dia 31 de janeiro. A decisão engloba os servidores técnico-administrativos da Universidade Estadual de Londrina (UEL) e do Hospital Universitário (HU).

De acordo com o vice-presidente do Sindiprol, Nilson Magagnin Filho, se não houver o pagamento dos salários até o prazo estipulado, ocorrerá uma nova assembléia na quinta-feira (1º) para deflagrar a greve.

Segundo a UEL, na quarta-feira (24), os documentos necessários para que os salários sejam depositados foram enviados para a Secretaria de Administração e Previdência do Paraná.

Na semana passada, os servidores e professores da UEM definiram em assembléia pela não divulgação dos resultados dos vestibulares da universidade enquanto o salário não fosse quitado.

O Governo do Paraná informou que poderá não repassar a verba destinada aos salários dos servidores da UEM e da UEL, devido a não adesão, por parte das universidades, ao RH-Paraná Meta4.

(Com informações do Bonde)

Leia também

Botão Voltar ao topo
Fechar