SIGA O 24H

Londrina

Mãe pede ajuda para salvar a vida do filho com tumor cerebral em Ibiporã

Jovem precisa de quimioterapia especializada. Custo por sessão é de R$ 35 mil.

Publicado

em

Foto: Divulgação

Uma vaquinha solidária está disponível na internet para quem puder ajudar o menino Matheus Camilo, de 16 anos e morador de Ibiporã, que está se tratando contra um tumor no cérebro. O tratamento realizado em São Paulo (SP) tem um custo elevado e o SUS não cobre a terapia.

Segundo relato da mãe, depois de meses de diagnósticos errados e sete meses de crises convulsivas parciais continuas de cinco em cinco minutos, o braço, a mão, a boca e o olho do lado esquerdo do corpo do garoto se repuxavam. Algumas vezes as crises eram complexas, e Matheus desmaiava de dor.

Numa piora em 13 de outubro de 2018, a mãe levou o menino num pronto socorro e o tumor foi diagnosticado como um glioblastoma multiforme (GBM), com a primeira cirurgia sendo realizada no dia 23 do mesmo mês.

Iniciou-se o tratamento de 30 radioterapias e 30 quimioterapias com temodal. O tratamento de radioterapia não deu certo e gerou um edema cerebral associado com uma recidiva precoce do tumor, e Matheus teve que ser operado novamente em nove de fevereiro deste ano (2019). Todavia, após novas análises do tumor, os médicos decidiram continuar o tratamento de quimioterapia com o medicamento. Foram oito ciclos do tratamento, de fevereiro até outubro, quando uma ressonância em 17 de outubro mostrou que o tumor estava voltando e de uma forma que não dava para operar.

Os tratamentos de quimioterapia do Hospital do Câncer de Londrina estavam esgotados, então Matheus teve que ser encaminhado para avaliação de possibilidades terapêuticas com um especialista em tumor cerebral de crianças e adolescentes em uma clínica de São Paulo (SP).

O encaminhamento foi feito porque não é um tumor fácil de ser combatido e a experiência do especialista e os medicamentos de quimioterapia disponíveis somente em São Paulo podem trazer uma última esperança de tratamento para Matheus.

Em São Paulo, o quadro do garoto piorou rapidamente, com a perda de força do lado direito, uso de fraldas e risco de óbito. Então foi feita uma quimioterapia de urgência antes do término das novas análises que estão sendo feitas do tumor de Matheus, retirado no Hospital do Câncer de Londrina e conservado em parafina.

Matheus respondeu bem a primeira sessão de quimioterapia, mas os custos são muito altos. O SUS não cobre esse outro tipo de tratamento, com sessões semanais no valor de R$ 35.000 cada, além das despesas médicas de R$ 1.750, mais custos com fraldas.

“Me ajudem, eu estou clamando pela vida do meu menino, me ajude com o que você puder, juntos somos fortes, o seu pouco, com o pouco do outro e com mais um pouco de todos, pode salvar a vida dele. Estou aqui em lágrimas, noites sem dormir, essa é a única esperança que temos, a sua colaboração é a minha esperança. O Matheus não tem mais tempo para esperar. Que Deus te devolva em dobro!”

Você pode ajudar acessando: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/juntos-pelo-matheus-camilo

Publicidade

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Londrina

Bandidos disfarçados de policiais civis tentam assalto ao Camelódromo de Londrina

Todos os envolvidos foram presos em flagrante.

Publicado

em

Foto: Derick Fernandes / 24Horas

A Polícia Militar agiu rápido e prendeu quatro assaltantes na noite desta quinta-feira (14) em um assalto ao Camelódromo de Londrina, no Centro.

Segundo informações, tudo começou quando um lojista pediu ajuda a um policial rodoviário federal, informando sobre um assalto em andamento no local. Conforme a PM, os bandidos estavam usando roupas da Polícia Civil, e teriam ido ao local para roubar uma loja específica, e se identificaram como sendo policiais, informando sobre uma suposta busca e apreensão.

O comerciante desconfiou da atitude dos criminosos e a PM foi acionada. Os assaltantes, ao notarem a chegada da PM, que cercou as saídas do prédio, fizeram reféns, mas acabaram se entregando aos policiais do Choque. Três armas de fogo foram apreendidas na ocorrência, e encaminhadas junto com os bandidos à Central de Flagrantes da Polícia Civil.

DOIS MILHÕES EM EQUIPAMENTOS

A reportagem do 24Horas esteve no local e conversou com testemunhas. Um outro lojista, que preferiu não se identificar, disse que a loja alvo dos criminosos armazenava cerca de R$ 2 milhões em equipamentos eletrônicos, entre celulares, televisores e notebooks.

Por sorte, ninguém ficou ferido na ocorrência. A identificação dos criminosos está sendo apurada.

Leia Mais

Educação

Escola Municipal será construída no Vista Bela, em Londrina

Cerca de R$ 6 milhões serão investidos na nova escola.

Publicado

em

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, anunciou nesta quinta-feira (14), juntamente com  representantes da Secretaria Municipal de Educação (SME), a publicação do edital de construção da primeira escola municipal no Residencial Vista Bela, na região norte de Londrina. Com estrutura ampla, a unidade vem para suprir uma demanda existente há vários anos nesta área da cidade, e poderá atender 500 crianças do P4 ao 5º ano.

As instalações da nova escola contarão com 10 salas de aula, outras duas para contraturno escolar, sala de informática, laboratório de Ciências, biblioteca, quadra de esportes, espaço para serviços administrativos, depósito para materiais pedagógicos, sala de professores e de supervisão, refeitório, cozinha, depósito para os alimentos, área de serviço, depósito para materiais de limpeza e higiene e banheiros para os alunos e para os funcionários. Além disso, haverá pátio para as crianças e jardim com grama e árvores.

Ao todo, o prédio contará com mais de 2.300 metros quadrados de área construída, em um terreno de 8 mil metros quadrados, localizado na mesma quadra do Colégio Estadual do Vista Bela – que fica na Rua Yoneko Shime, 300, próximo ao Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Irmã Maria Nívea (Rua Anníbal Balarotti, 110).

Atualmente, esta unidade estadual, por meio de parceria com o governo do Paraná, cede salas para atender cerca de 535 alunos de ensino fundamental da Escola Municipal América Coimbra, além de mais de 40 estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

O Município investirá recursos próprios, no valor máximo de R$ 5.841.401,39. De acordo com o contrato, a partir da assinatura da ordem de serviço, a obra deverá ser finalizada em 12 meses. A expectativa é que o novo espaço de educação possa ser utilizado pela comunidade a partir do ano letivo de 2021.

Leia Mais

Londrina

Voluntários levam presentes a menino que pediu cesta básica de Natal em Londrina

Empresários, voluntários e instituições se mobilizaram para ajudar a família.

Publicado

em

Família recebeu ajuda de empresários, voluntários e instituições.

Após o 24Horas publicar uma cartinha de Natal em que um menino pedia uma cesta básica e docinhos de presente, voluntários, instituições e empresários se sensibilizaram com a história e levaram ajuda para a família, que mora no Jardim Franciscato, na Zona Sul de Londrina.

A família ganhou cestas básicas, doces, refrigerantes e brinquedos.

O pedido foi feito pelo menino Kauan, de onze anos. Ele mora com a mãe e dois irmãos e contou no texto que a família estava passando necessidades, isso devido a mãe, Angélica Mayara, estar desempregada.

Emporium da Pizza mandou entregar pizzas para a família

No mesmo dia que a cartinha foi publicada, logo surgiram as ajudas. A Pizzaria Emporium da Pizza, na Avenida José Ventura Pinto, 590 – Jardim Califórnia, tratou logo de enviar uma pizza grande deliciosa para a família. E foi uma alegria total no momento que a pizza chegou. A mãe das crianças, emocionada, agradeceu a disposição da pizzaria – uma vez que os filhos tinham tido poucas oportunidades de experimentar o alimento.

Além da pizzaria, a Lanches do Gordinho (Avenida Soit Tamurã, 700 – JD Colúmbia) também ajudou. Ontem (14) um comboio de quatro motociclistas da lanchonete levaram cesta básica, brinquedos e frutas para a família. Claro, eles também puderam experimentar o melhor hambúrguer artesanal de Londrina.

Lanches do Gordinho levou ajuda para a família

A dona da lanchonete disse que se sensibilizou com o caso, após a filha dela escrever uma cartinha de Natal pedindo que Papai Noel ajudasse as crianças necessitadas da cidade. “Não somos ricos, mas pudemos ajudar com um pouquinho. Foi uma satisfação ver o sorriso das crianças“, disse.

Outras pessoas ajudaram a família de Kauan. O grupo Amigos do Coração recebeu doações de cesta básica, além de doces e refrigerantes, e entregou na casa da família com a ajuda de voluntários.

Cesta básica arrecadada pelo grupo Amigos do Coração

A ajuda também veio da doceria Heranças da Vovó que enviou guloseimas, refrigerante e um bolo de chocolate de presente para as crianças. Andrezza Freitas, dona da doceria e quem preparou o bolo, enviou uma mensagem ao 24Horas. “Atitudes como a de vocês faz desperpetar o lado bom que ainda existe nas pessoas“.

Menino Kauan ganhou um bolo de chocolate de presente da Heranças da Vovó.

Leia Mais
Publicidade

Curta o 24Horas