SIGA O 24H

Londrina

Pais protestam na portaria do Colégio Hugo Simas, em Londrina

Deputado enviou vídeo em solidariedade a professores.

Publicado

em

Foto: Eliandro Piva / RIC Record

Cerca de quinze pessoas, entre pais de alunos e apoiadores, participaram de um protesto na portaria do Colégio Estadual Hugo Simas, no Centro de Londrina, na noite desta terça-feira (05).

O protesto aconteceu após a viralização de um vídeo onde a advogada Fernanda Leite Carvalhaes, mãe de uma aluna da instituição, reclama sobre a apresentação de uma peça teatral na noite de sexta-feira (01).

LEIA MAIS:

Segundo Fernanda, a peça teria sido uma doutrinação ideológica com incitação de invasão de escolas, boicote ao estado e com críticas à PM.

Durante a manifestação, duas mães de alunos tentaram falar com a direção do colégio, mas foram barrados pelo zelador.

AMEAÇAS

A reportagem do 24Horas conversou com uma servidora do colégio, que disse que a viralização do vídeo fez com que eles sofressem ameaças de todos os tipos.Ela preferiu ter o nome preservado por medo de retaliações. Comentários e telefonemas, segundo o relato, intimidaram professores e pedagogos da escola.

O Sindicato que represente os trabalhadores em educação no Paraná (APP-Sindicat0) emitiu nota oficial lamentando o constrangimento aos trabalhadores, e informou que acompanha o caso.

O deputado federal Glauber Braga (PSOL) também enviou um vídeo manifestando solidariedade aos educadores.

LEIA A NOTA DA APP SINDICATO

A APP Sindicato-Londrina, vem à público demonstrar indignação a respeito das denúncias e ataques aos trabalhadores da educação do Colégio Hugo Simas, disseminado pelas redes sociais de forma inadequada com o intuito de causar comoção na comunidade escolar, fato este que nos causa preocupação.

O Colégio Hugo Simas é histórico em Londrina e ao longo de sua história tem contribuído com o desenvolvimento educacional, cultural e social do Paraná, onde possui um quadro privilegiado e extremamente qualificado, tanto de sua equipe diretiva, pedagógica, de professores e funcionários.

E que cumprindo com toda a legislação educacional quer seja com a LDB, resoluções e leis do conselho nacional e estadual de educação, o PPT do estado do Paraná o PPP do colégio, que falam sobre as diversas temáticas obrigatórias as Diretrizes Curriculares Estaduais do Paraná, cedeu seu espaço para apresentação do FILO- Festival Internacional de Teatro de Londrina, reconhecido por sua contribuição internacional para a cultura.

Destacamos que quando se ataca uma instituição como o Colégio Hugo Simas de forma açodada e sem o conhecimento pormenorizado do ocorrido, ataca-se a toda Educação Básica do Paraná, à todos os trabalhadores em educação, a cultura e a arte tentando calar o direito a educação pública, gratuita, universal e laica e ao direito de cátedra do professor estabelecida na LDB.

São calúnias, denúncias sem fundamento e mentiras rancorosas carregadas de ódio contra professores e funcionários de nossas escolas. Atendemos cerca de 1.000.000 de alunos todos os dias nas mais de 2000 escolas públicas do Paraná e na região de Londrina mais de 30.000 alunos nas 140 escolas.

A educação está em perigo não pelos seus professores e funcionários que ganham péssimos salários, que trabalham em 4, 5, 6 escolas ao mesmo tempo, mas com o desmonte do sistema de ensino público retirando os direitos de hora atividade, reposição inflacionária, falta de estrutura para atendimento adequado aos alunos da rede.

Acompanharemos os desdobramentos dessas denúncias, respeitando o devido processo necessário para apuração das alegações, disponibilizando nosso departamento jurídico aos educadores, certos de que a verdade prevalecerá.

APP Sindicato – Londrina.

Publicidade

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Londrina

Bandidos disfarçados de policiais civis tentam assalto ao Camelódromo de Londrina

Todos os envolvidos foram presos em flagrante.

Publicado

em

Foto: Derick Fernandes / 24Horas

A Polícia Militar agiu rápido e prendeu quatro assaltantes na noite desta quinta-feira (14) em um assalto ao Camelódromo de Londrina, no Centro.

Segundo informações, tudo começou quando um lojista pediu ajuda a um policial rodoviário federal, informando sobre um assalto em andamento no local. Conforme a PM, os bandidos estavam usando roupas da Polícia Civil, e teriam ido ao local para roubar uma loja específica, e se identificaram como sendo policiais, informando sobre uma suposta busca e apreensão.

O comerciante desconfiou da atitude dos criminosos e a PM foi acionada. Os assaltantes, ao notarem a chegada da PM, que cercou as saídas do prédio, fizeram reféns, mas acabaram se entregando aos policiais do Choque. Três armas de fogo foram apreendidas na ocorrência, e encaminhadas junto com os bandidos à Central de Flagrantes da Polícia Civil.

DOIS MILHÕES EM EQUIPAMENTOS

A reportagem do 24Horas esteve no local e conversou com testemunhas. Um outro lojista, que preferiu não se identificar, disse que a loja alvo dos criminosos armazenava cerca de R$ 2 milhões em equipamentos eletrônicos, entre celulares, televisores e notebooks.

Por sorte, ninguém ficou ferido na ocorrência. A identificação dos criminosos está sendo apurada.

Leia Mais

Educação

Escola Municipal será construída no Vista Bela, em Londrina

Cerca de R$ 6 milhões serão investidos na nova escola.

Publicado

em

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, anunciou nesta quinta-feira (14), juntamente com  representantes da Secretaria Municipal de Educação (SME), a publicação do edital de construção da primeira escola municipal no Residencial Vista Bela, na região norte de Londrina. Com estrutura ampla, a unidade vem para suprir uma demanda existente há vários anos nesta área da cidade, e poderá atender 500 crianças do P4 ao 5º ano.

As instalações da nova escola contarão com 10 salas de aula, outras duas para contraturno escolar, sala de informática, laboratório de Ciências, biblioteca, quadra de esportes, espaço para serviços administrativos, depósito para materiais pedagógicos, sala de professores e de supervisão, refeitório, cozinha, depósito para os alimentos, área de serviço, depósito para materiais de limpeza e higiene e banheiros para os alunos e para os funcionários. Além disso, haverá pátio para as crianças e jardim com grama e árvores.

Ao todo, o prédio contará com mais de 2.300 metros quadrados de área construída, em um terreno de 8 mil metros quadrados, localizado na mesma quadra do Colégio Estadual do Vista Bela – que fica na Rua Yoneko Shime, 300, próximo ao Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Irmã Maria Nívea (Rua Anníbal Balarotti, 110).

Atualmente, esta unidade estadual, por meio de parceria com o governo do Paraná, cede salas para atender cerca de 535 alunos de ensino fundamental da Escola Municipal América Coimbra, além de mais de 40 estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

O Município investirá recursos próprios, no valor máximo de R$ 5.841.401,39. De acordo com o contrato, a partir da assinatura da ordem de serviço, a obra deverá ser finalizada em 12 meses. A expectativa é que o novo espaço de educação possa ser utilizado pela comunidade a partir do ano letivo de 2021.

Leia Mais

Londrina

Voluntários levam presentes a menino que pediu cesta básica de Natal em Londrina

Empresários, voluntários e instituições se mobilizaram para ajudar a família.

Publicado

em

Família recebeu ajuda de empresários, voluntários e instituições.

Após o 24Horas publicar uma cartinha de Natal em que um menino pedia uma cesta básica e docinhos de presente, voluntários, instituições e empresários se sensibilizaram com a história e levaram ajuda para a família, que mora no Jardim Franciscato, na Zona Sul de Londrina.

A família ganhou cestas básicas, doces, refrigerantes e brinquedos.

O pedido foi feito pelo menino Kauan, de onze anos. Ele mora com a mãe e dois irmãos e contou no texto que a família estava passando necessidades, isso devido a mãe, Angélica Mayara, estar desempregada.

Emporium da Pizza mandou entregar pizzas para a família

No mesmo dia que a cartinha foi publicada, logo surgiram as ajudas. A Pizzaria Emporium da Pizza, na Avenida José Ventura Pinto, 590 – Jardim Califórnia, tratou logo de enviar uma pizza grande deliciosa para a família. E foi uma alegria total no momento que a pizza chegou. A mãe das crianças, emocionada, agradeceu a disposição da pizzaria – uma vez que os filhos tinham tido poucas oportunidades de experimentar o alimento.

Além da pizzaria, a Lanches do Gordinho (Avenida Soit Tamurã, 700 – JD Colúmbia) também ajudou. Ontem (14) um comboio de quatro motociclistas da lanchonete levaram cesta básica, brinquedos e frutas para a família. Claro, eles também puderam experimentar o melhor hambúrguer artesanal de Londrina.

Lanches do Gordinho levou ajuda para a família

A dona da lanchonete disse que se sensibilizou com o caso, após a filha dela escrever uma cartinha de Natal pedindo que Papai Noel ajudasse as crianças necessitadas da cidade. “Não somos ricos, mas pudemos ajudar com um pouquinho. Foi uma satisfação ver o sorriso das crianças“, disse.

Outras pessoas ajudaram a família de Kauan. O grupo Amigos do Coração recebeu doações de cesta básica, além de doces e refrigerantes, e entregou na casa da família com a ajuda de voluntários.

Cesta básica arrecadada pelo grupo Amigos do Coração

A ajuda também veio da doceria Heranças da Vovó que enviou guloseimas, refrigerante e um bolo de chocolate de presente para as crianças. Andrezza Freitas, dona da doceria e quem preparou o bolo, enviou uma mensagem ao 24Horas. “Atitudes como a de vocês faz desperpetar o lado bom que ainda existe nas pessoas“.

Menino Kauan ganhou um bolo de chocolate de presente da Heranças da Vovó.

Leia Mais
Publicidade

Curta o 24Horas