- Publicidade -
- Publicidade -

Prefeitura de Londrina abre edital para contratar 100 novos médicos

Profissionais vão atuar nas unidades básicas, PAI e nas UPAs.

Leia também:

Silvio Santos se envolve em processo de paternidade, e pode ser pai novamente

O apresentador Silvio Santos, também dono do SBT (Sistema Nacional de Televisão) poderá ser papai novamente.

Vítimas de acidente com cinco mortos na BR-277 eram da mesma família

Carro aquaplanou e bateu de frente com ônibus no trecho entre Palmeira e Irati.
Derick Fernandeshttps://www.24horas.com.br
O jornalista Derick Fernandes é editor chefe do 24Horas
- Publicidade -

A cidade de Londrina irá receber novos médicos. Um edital homologado pela Secretaria Municipal de Saúde pretende contratar até 100 profissionais para diversas áreas. São 25 médicos ginecologistas, 25 pediatras e 50 clínicos gerais, que devem atuar nas Unidades Básicas de Saúde, Pronto Atendimento Infantil (PAI) e nas UPA’s.

O edital foi dividido em três lotes. Em um deles, para a contratação dos clínicos gerais, uma das empresas participantes ingressou com uma ação judicial, questionando alguns pontos do certame, e consequentemente atrasando a contratação dos profissionais.

Segundo a prefeitura, com a contratação de médicos terceirizados, as empresas terão que cumprir com a escala e carga-horária de 4 a 8 horas diárias, dirimindo o prejuízo causado à população quando esses médicos faltam ou estão de atestado. No total, serão R$ 16,3 milhões destinados para as contratações, no período de um ano.

Apesar do impasse, o secretário Felippe Machado acredita que ainda neste mês a questão da judicialização do edital seja resolvida e os novos médicos comecem a trabalhar.

REFORMA DAS UNIDADES DE SAÚDE

Além dos novos médicos, até o momento 4 unidades de saúde entraram em reforma neste ano. De acordo com o secretário, o prefeito Marcelo Belinati deve autorizar obras em outros 14 postos até o início de fevereiro, dentro do programa de reestruturação da saúde.

O objetivo em contratar os novos médicos é preencher todas as unidades com os profissionais. Há pelo menos 8 anos a cidade de Londrina não contratava um número grande novos médicos, e o aumento da demanda paralelo ao aumento da população da cidade, tornou crônico o problema da demora no atendimento dos postos e UPA’s.

Agora teremos unidades de saúde reformadas, com segurança, equipamentos novos, e mais médicos para a cidade“, disse o prefeito Belinati.

Assine nossa Newsletter

Receba diariamente as principais notícias do Paraná e do Brasil.

Comentários

#Face24H

- Publicidade -