SIGA O 24H

Londrina

Prefeitura procura parceria para colocar pedalinhos e caiaque no Lago Igapó

Projeto é concessionar espaços públicos da cidade.

Publicado

em

A Prefeitura de Londrina encaminhou nesta semana à Câmara de Vereadores um projeto de lei em que pede autorização do legislativo para concessão do uso de espaços públicos dos lagos da cidade, incluindo o Igapó dois, Norte e Arthur Thomas, mediante remuneração. A escolha das empresas se daria por meio de licitação.

Entre os serviços que o executivo quer liberar para oferta estão pedalinhos, caiaque e surfe com remo. A proposta prevê que a autorização e fiscalização da concessão ficará a cargo da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) e que o horário mínimo de funcionamento dos serviços será de oito horas por dia, de segunda a domingo.

O projeto ainda destaca que “os serviços de manutenção, limpeza, conservação ambiental e melhorias relativas ao lago e seu entorno”, assim como “dos pedalinhos, caiaque, e stand up paddle (surfe com remo) e demais acessórios, além do ancoradouro e da área de passeio público no entorno do local instalado serão de responsabilidade da concessionária”.

O município ainda quer que todas as melhorias que venham a ser promovidas pelas concessionárias serão incorporadas pelo município, sem direito à indenização. “A concessionaria arcará com total responsabilidade por eventuais acidentes que vierem a ocorrer durante a vigência do contrato”, aponta o texto. A concessionária deverá disponibilizar colete salva-vidas.

Na justificativa do projeto, o prefeito Marcelo Belinati (PP) afirma que “a possibilidade do uso do espaço nos lagos públicos urbanos de Londrina, para fins de exploração dos referidos serviços proporcionarão incremento no turismo, bem como, outra opção de lazer aos munícipes e turistas”.

O projeto passará pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Municipal e, se aprovado, será encaminhado para as outras comissões temáticas da Casa.

Informações Paiquerê 91.7

Leia Mais
Publicidade
COMENTÁRIOS

Comentários

Publicidade

Curta o 24Horas

EM 24HORAS >