- Publicidade -
- Publicidade -

Propostas para duplicação total da PR-445 serão apresentadas amanhã

Custo total da obra é estimado em R$ 500 milhões.

Leia também:

Silvio Santos se envolve em processo de paternidade, e pode ser pai novamente

O apresentador Silvio Santos, também dono do SBT (Sistema Nacional de Televisão) poderá ser papai novamente.

Vítimas de acidente com cinco mortos na BR-277 eram da mesma família

Carro aquaplanou e bateu de frente com ônibus no trecho entre Palmeira e Irati.
Derick Fernandeshttps://www.24horas.com.br
O jornalista Derick Fernandes é editor chefe do 24Horas
- Publicidade -

O Governo do Paraná deve apresentar nesta sexta-feira (17) o projeto da duplicação total da PR-445 que liga Londrina à BR-376, principal conexão do Norte do Paraná com o Porto de Paranaguá. A obra aguardada há muito tempo, é crucial para fortalecer o desenvolvimento industrial de Londrina e tornar competitiva a produção local.

Atualmente já está em execução os trabalhos de duplicação da rodovia até o distrito de Irerê, na Zona Sul da cidade. Com toda a obra pronta, a expectativa é que haja um aumento exponencial da economia da região, que depende da PR-445 para o escoamento da produção e a ligação com a Capital.

A abertura dos envelopes com a proposta deve acontecer às 10h na sede do Departamento de Estradas e Rodagem (DER-PR) em Curitiba. Quatro empresas se habilitaram para realizar a obra, que compreende um trecho de 50 quilômetros passando por Londrina, onde a rodovia já é duplicada, até Tamarana e Mauá da Serra.

Segundo o Governo, a apresentação dos projetos é o primeiro passo para a execução das obras, orçadas em R$ 5,6 milhões. Conforme a assessoria do DER, as quatro empresas que apresentaram as propostas técnicas receberam notas da Comissão de Licitações sobre experiência prévia, qualificação dos profissionais participantes na elaboração do projeto e plano de trabalho.

Concorrem duas empresas brasileiras (Engefoto e Consórcio Prodec Unidec) e duas portuguesas (Consórcio Viaponte Concresolo e Consórcio Cobba Engevix). O financiamento da obra será feito pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e seguirá as regras da instituição.

PRIORIDADE

Para o governo, a duplicação da PR-445 é uma das principais prioridades da gestão. O secretário de Infraestrutura, Sandro Alex, salientou que a intenção é inaugurar o trecho duplicado até Irerê ainda este ano, e a partir de 2021, dar continuidade nas obras.

Segundo o DER, o projeto de engenharia e restauração vai ser dividido em dois subtrechos e deverá ser executado por uma única empresa. O primeiro trecho, que vai de Lerroville à entrada de Mauá da Serra, na BR-376, tem extensão de quase 27 quilômetros.

Já o subtrecho dois, de 23 quilômetros, fica entre Irerê e Lerroville. O projeto deverá conter estudos de tráfego, geológicos, hidráulicos, topográficos, entre outros, além de levantar quais trechos precisam de intervenções mais sérias, como retornos, alças de acesso e até viadutos.

Todo o projeto e a execução das obras, segundo Sandro Alex, deverão custar cerca de R$ 500 milhões – sendo a duplicação da PR-445 uma das obras mais caras do governo.

Assine nossa Newsletter

Receba diariamente as principais notícias do Paraná e do Brasil.

Comentários

#Face24H

- Publicidade -