fbpx

TCGL avalia participar de licitação do transporte, e pode ser a única participante

Com isso, a empresa pode continuar operando os serviços na cidade.

Após muita discussão e batalhas judiciais em torno da licitação do Transporte Coletivo, tudo pode, definitivamente, não dar em nada.

Fontes do 24Horas informaram que a TCGL avalia participar do certame. E que também, pode ser a única interessada na licitação, o que eleva consideravelmente as chances da mesma empresa permanecer operando o serviço de transporte coletivo na cidade.

Relançada pela CMTU pela terceira vez, o edital de licitação prevê a contratação de duas novas empresas que atenderão a demanda. A Londrisul foi a participante do Lote 2 e saiu vencedora do certame, e continuará operando as linhas que atendem bairros e distritos da Zona Sul de Londrina.

No Lote 1 não houve participações, o que obrigou a nova publicação do edital.

Até então a TCGL havia anunciado que não participaria da licitação e chegou a contestar judicialmente o modelo proposto pela prefeitura. O modelo prevê a implantação de sistema para pagamento com cartão de crédito, monitoramento dos ônibus e a remuneração da empresa de acordo com índices de qualidade.

Entre outros itens, a TCGL contestou o valor máximo da passagem de R$ 4.25 e disse ser inviável a operação e lucratividade na proposta do município.

Caso participe e saia vencedora, a Grande Londrina poderá explorar o serviço por mais 15 anos, além dos 60 que já opera na cidade.

Leia também

Botão Voltar ao topo
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar