fbpx
PUBLICIDADE
EducaçãoMaringá

Servidores da UEM só divulgarão resultados de vestibulares após receberam salários

O Governo do Paraná informou que poderá não repassar a verba destinada aos salários dos servidores da Universidade Estadual de Maringá (UEM), devido a instituição não aderir ao RH-Paraná Meta4. Como resposta à decisão, os servidores não divulgarão os resultados dos vestibulares de Verão e EAD que estavam programados para o dia 30, terça-feira que vem, enquanto o repasse não for feito.

A decisão foi tomara em uma assembléia convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino em Maringá (Sinteemar) na tarde desta sexta-feira (26). A UEM alega que o novo sistema tira a autonomia das universidades.

O reitor da Universidade de Maringá, Mauro Baesso, disse nesta quinta-feira (25), que todas as informações necessárias sobre a composição da folha foram repassadas para o Estado, por isso ele não pode deixar de pagar o salário dos servidores.

Também ficou decidido em assembléia que, caso o repasse não seja feito até dia 31 de janeiro, outras medidas poderão ser tomadas e não está excluída a possibilidade de uma greve. Outra alternativa paga garantir o pagamento, é uma ação judicial de emergência contra o Governo do Estado.

A UEM ainda não se posicionou sobre o assunto.

(Com informações do Diário de Maringá)

Leia também

Botão Voltar ao topo
Fechar