Maringá decreta toque de recolher por causa do coronavírus

Cidade confirmou o quarto caso da doença.

Leia também:

Governo do Paraná decide manter comércio fechado por mais dez dias

Cidades do Oeste foram na contramão das decisões do governador.

Estados Unidos aprovam tratamento promissor contra o coronavírus

Tratamento usará sangue de quem já foi curado da doença.
Derick Fernandeshttps://www.24horas.com.br
O jornalista Derick Fernandes é editor chefe do 24Horas

O prefeito de Maringá decretou toque de recolher na cidade entre 21h e 5h a partir desta segunda-feira (23). A Polícia Militar (PM) e a Guarda Municipal (GM) farão abordagens de quem estiver na rua.

O descumprimento da medida acarretará em multa de R$ 300,00 e a dependendo da situação, a pessoa poderá até ser indiciada por crime contra saúde pública. A multa dobra em caso de reincidência.

Segundo o decreto, assinado pelo prefeito Ulisses Maia (PDT), a única exceção é para profissionais da saúde, segurança, serviços públicos e serviços essenciais, desde que seja comprovada a necessidade de deslocamento.

Além disso, a Rodoviária de Maringá também será fechada para embarque e desembarque a partir das 20h, sem previsão de voltar a funcionar.

Prefeito de Maringá Ulisses Maia – Foto: Divulgação

QUARTO CASO

Maringá confirmou na noite desta segunda-feira (23) o quarto caso de coronavírus. Conforme a Secretaria de Saúde, o caso é de uma mulher de 22 anos, que em 12 de março esteve em Curitiba em uma reunião de trabalho e teve contato com pessoas de SP.

A jovem apresentou sintomas no dia 15 de março, mas sem a necessidade de internamento. Ela está em isolamento domiciliar, estável e sem apresentar alterações em seu estado de saúde.

Maringá ainda tem 54 casos suspeitos e 10 descartados para Covid-19.

LEIA O DECRETO DO TOQUE DE RECOLHER

4642020

Assine nossa Newsletter

Receba diariamente as principais notícias do Paraná e do Brasil.

Comentários

#Face24H

- Publicidade -