- Publicidade -
- Publicidade -

Primeira sessão da Alep é marcada por manifestações

Leia também:

Silvio Santos se envolve em processo de paternidade, e pode ser pai novamente

O apresentador Silvio Santos, também dono do SBT (Sistema Nacional de Televisão) poderá ser papai novamente.

Rapaz que morreu em acidente de kart estava feliz porque ia ser pai

Tragédia abalou amigos e familiares do rapaz.
Redaçãohttps://www.24horas.com.br
Reportagens da Redação 24Horas
- Publicidade -

A Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) retomou as atividades nesta segunda-feira (5) e a primeira sessão ordinária foi marcada pelas manifestações de professores e funcionários do Processo de Seleção Simplificado (PSS). Eles protestam contra o valor dos salários anunciados pelo governo estadual para a contratação de professores, pedagogos e tradutores e intérpretes de Libras através do PSS.

A sessão durou aproximadamente uma hora. Durante o pronunciamento do secretário-chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, os manifestante gritaram palavras de ordem na galeria e vaiaram o secretário. “É importante que nós estamos nos comunicando com o povo paranaense. Jamais eu esperaria aqui o aplauso dos presentes”, argumentou o secretário da Casa Civil.

O presidente da Assembléia Legislativa do Paraná (Alep), Ademar Traiano, solicitou que os presentes cessassem o barulho, com a negativa, ele encerrou a solenidade. “Dou como lida a peça encaminhada ao governador. Agradeço as autoridades presentes”, finalizou Traiano.

Apesar de ter dado como lida a mensagem do governador, o texto com o plano de governo do Poder Executivo, expondo a situação econômica e administrativa do estado não foi completamente lido.

A reivindicação dos professores

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato), os vencimentos apresentados pelo governo apresentam redução de 13% a cada hora trabalhada em relação às últimas contratações.

Segundo a Secretaria de Estado da Educação (SEED), os funcionários contratados ao longo de 2018 através do PSS receberão vencimento mensal de R$ 3.281 (R$ 2.445 de salário e R$ 826 de auxílio-transporte). Conforme a Seed, o valor está acima do piso nacional para o magistério.

(Com informações do G1)

Assine nossa Newsletter

Receba diariamente as principais notícias do Paraná e do Brasil.

Comentários

#Face24H

- Publicidade -