fbpx
PUBLICIDADE
LondrinaPolícia

Delegado classifica como psicopata pai da menina morta em Arapongas

A Polícia Civil divulgou informações sobre o caso da menina Sophia, de 1 ano e 1 mês, morta na terça-feira (18) em Arapongas.

Segundo a polícia, permanecem presos Roger da Silva Ribeiro, Eduarda da Silva Bernardo e Maria Aparecida da Silva. Os três são pai, mãe e avó da menina.

Avó materna de Sophia, que também foi presa – Foto: Arquivo

De acordo com o delegado Maurício de Oliveira Camargo, o bebê deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) às 20h.

O pai relatou que a criança havia se engasgado com leite. Devido a desconfiança dos médicos e vários hematomas no bebê, a Polícia Militar foi acionada.

O médico Alexandre Dallagnol informou aos policiais que a menina chegou na unidade em óbito, pálida, com o abdômen inchado e com o ânus dilacerado.

O delegado disse que em razão do estado da criança todos foram presos em flagrante. Ele disse também que segundo o médico legista do IML a criança morreu pelo menos duas horas antes de ser levada à UPA.

OUÇA A ENTREVISTA COM O DELEGADO:


Mauricio de Oliveira não tem dúvidas que o pai do bebê é o principal responsável pela morte da menina e o classificou como psicopata, desequilibrado, além de ser um marginal envolvido com o tráfico de drogas.

O delegado ressaltou também que está investigando a morte de uma outra filha do casal praticamente da mesma idade da menina Sophia há dois anos.

Mãe da menina também está presa – Foto: Divulgação

Leia também

Botão Voltar ao topo
Fechar