- Publicidade -

Homem é morto com golpes de punhal em Apucarana

Leia também:

Menores são apreendidos com quase três quilos de cocaína em Londrina

Apreensão aconteceu no Jardim Marieta. Casa era usada para tráfico.

Corpo de menino é encontrado com mãos e pés amarrados em Tamarana

Segundo a polícia, ele também tinha ferimentos por arma de fogo.

Mulher é encontrada morta na barragem do Lago Igapó, em Londrina

Vítima de 45 anos era natural de Bela Vista do Paraíso.
Derick Fernandeshttps://www.24horas.com.br
O jornalista Derick Fernandes é editor chefe do 24Horas
- Publicidade -

Assassinos usaram um punhal para matar um homem durante a madrugada desta terça-feira (15) em Apucarana. O corpo dele foi encontrado caído no pátio Centro Cívico, entre os prédios da Prefeitura e Câmara Municipal. Conforme a perícia da Criminalística, ao menos 15 facadas foram deferidas contra a vítima.

Foi a própria Polícia Militar (PM) quem encontrou o homem. Durante patrulhamento, os policiais avistaram o rapaz que aparentemente estava ferido; Os agentes só perceberam que ele estava ferido quando se aproximaram da vítima. O Samu foi acionado, mas a vítima não resistiu.

Ainda de acordo com a PM, o homem seria um morador de rua. O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Apucarana e segue sem identificação. Ele é magro, negro e estava usando apenas uma bermuda. A polícia não descarta que o assassinato dele tenha sido motivado por uma briga entre andarilhos.

SUSPEITOS DO CRIME SÃO DETIDOS

Durante a manhã desta terça-feira (15), dois rapazes foram detidos pela PM suspeitos do crime. Ambos seriam moradores de rua, e um deles, menor de 16 anos. Rodrigo Antônio Marcos, de 34 anos, já tem passagens pela polícia por furto qualificado; Já o adolescente, por uso de drogas e violência doméstica.

Eles foram levados à delegacia da Polícia Civil. O menor será encaminhado posteriormente para uma unidade do Centro de Socieducação (Cense).

Foto: Divulgação / PM

Assine nossa Newsletter

Receba diariamente as principais notícias do Paraná e do Brasil.

Comentários

#Face24H

- Publicidade -