fbpx
SIGA O 24H

Londrina e região

Polícia Civil conclui inquérito sobre a morte da menina Eduarda

Promotoria de Justiça de Rolândia propôs denúncia criminal contra o pai e a avó da menina.

Publicado

em

Foto: Arquivo

A Polícia Civil de Rolândia concluiu o inquérito sobre a morte da menina Eduarda Shigematsu, 11, e encaminhou o documento ao Ministro Público do Paraná.

De acordo com o MP, a 1ª Promotoria de Justiça de Rolândia propôs denúncia criminal contra o pai e a avó da menina.

Os dois foram denunciados pelos mesmos fatos: homicídio triplamente qualificado (asfixia, dificuldade defesa e feminicídio) e majorado (gravidade maior em virtude da idade da vítima), além de ocultação de cadáver e falsidade ideológica.

Ricardo Seidi nega que tenha assassinado a própria filha – Foto: Arquivo

Ricardo Seidi nega que matou a filha, mas confessa que enterrou o corpo. Para a polícia, Terezinha de Jesus Guinaia sabia do assassinato quando registrou o boletim de ocorrência sobre o desaparecimento da neta.

Eduarda desapareceu no dia 24 de abril e foi encontrada morta no dia 28 do mesmo mês. O corpo estava enterrado no quintal de uma casa no centro de Rolândia com os pés e mãos amarrados, uma corda no pescoço e a cabeça envolvida em um saco preto com uma toalha.

O processo tramita em segredo de justiça. Por isso a motivação do crime ainda não foi divulgada.

Avó de Eduarda também foi presa pela polícia – Foto: Arquivo

Publicidade
Publicidade

Curta o 24Horas

EM 24HORAS >