fbpx

Boca Aberta e Diego Garcia quase entram em vias de fato na Câmara dos Deputados

Aos gritos, deputados paranaenses trocaram acusações em pleno Salão Verde

Dois deputados federais que representam Londrina protagonizaram um intenso bate boca na tarde desta quarta-feira (11) no Salão Verde da Câmara Federal, em Brasília.

Boca Aberta (PROS) e Diego Garcia (Podemos) quase entraram em vias de fato, e aos gritos, trocaram acusações na frente de emissoras de TV, outros deputados e autoridades que estavam na Casa. Uma aglomeração se formou e a discussão repercutiu nacionalmente.

Boca Aberta já é crítico costumaz de Garcia em seus discursos, além de já ter tido problemas com outros deputados por conta de suas declarações exaltadas e debates acalorados com os colegas. Ele também é o deputado que mais acumula representações no Conselho de Ética.

Atualmente, Boca Aberta enfrenta dois processos por quebra de decoro parlamentar, o que pode render a ele desde uma advertência a um processo que pode culminar na cassação do mandato.

A discussão começou por conta de uma insatisfação de Boca Aberta com as declarações de Garcia no Conselho de Ética. “Como sou o único deputado do Paraná com voto no Conselho, talvez ele tenha imaginado que sou eu quem está coordenando o Conselho. Eu sequer sou vice-presidente do colegiado” disse Diego Garcia.

Enquanto o deputado era entrevistado sobre o assunto, aos gritos Boca Aberta contestava a fala de Diego: “Você é não tem vergonha, seu ordinário!” exclamou.

Na versão de Boca Aberta, Garcia está por trás de uma ‘perseguição’ pelo fato de ambos serem representantes de Londrina. Boca também diz que o colega está “em último lugar nas pesquisas para prefeito” enquanto ele : “está como primeiro colocado”.

Boca Aberta ainda foi taxativo: “Ele está junto com outros deputados, que eu não posso afirmar agora, mas que nós vamos atrás, orquestrando a cassação do nosso mandato no Conselho de Ética”.

O deputado Diego Garcia publicou um vídeo explicando sua versão sobre o que aconteceu. Ele fez uma transmissão ao vivo da Câmara dos Deputados e se posicionou sobre o assunto:

Da mesma forma que fez Diego, Boca Aberta também esclareceu o entrevero e rebateu Diego. Em entrevista a jornalistas, Boca Aberta acusou Garcia, entre outros, de comprar a carteira de habilitação.

PROCESSO

A representação proposta pelo Progressistas foi protocolada após a divulgação de um vídeo onde Boca Aberta aparece acordando um médico durante um plantão noturno no hospital de Jataizinho, na Região Metropolitana de Londrina. Em sua defesa, Boca Aberta disse que estava apenas fiscalizando o trabalho dos médicos.

O vídeo publicado no Facebook passou das 300 mil visualizações e gerou até uma nota de repúdio da Associação dos Médicos do Paraná, que classificou a atitude do londrinense como uma postura absurda.

No último dia 21 de agosto, o colegiado do Conselho de Ética decidiu por acatar a ação contra Boca Aberta.

POLÊMICAS

Ex-vereador em Londrina, onde teve o mandato cassado por causa de uma vaquinha virtual, Boca Aberta foi um dos campeões de votos em 2018. Ele disputou a eleição amparado por uma liminar, após ter sido declarado inelegível pela Câmara Municipal de Londrina.

Em março deste ano, já como deputado, Boca Aberta teve o nariz quebrado após levar um soco do vereador Amauri Cardoso na Conferência Municipal de Saúde. O deputado teria abordado o vereador e passou a questioná-lo sobre seus atos. Irritado, Amauri deferiu o golpe.

O deputado chegou a passar por cirurgia para corrigir a fratura.

Em outra ocasião, Boca Aberta também protagonizou polêmica com o deputado Marcio Jerry (PCdoB-MA) após Jerry dizer que ele não tinha dignidade para ocupar a presidência da Câmara, em uma sessão onde o deputado londrinense foi escalado para comandar os trabalhos da sessão.

Leia também

Botão Voltar ao topo
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar