SIGA O 24H

Brasil

Boca Aberta e Diego Garcia quase entram em vias de fato na Câmara dos Deputados

Aos gritos, deputados paranaenses trocaram acusações em pleno Salão Verde

Publicado

em

Dois deputados federais que representam Londrina protagonizaram um intenso bate boca na tarde desta quarta-feira (11) no Salão Verde da Câmara Federal, em Brasília.

Boca Aberta (PROS) e Diego Garcia (Podemos) quase entraram em vias de fato, e aos gritos, trocaram acusações na frente de emissoras de TV, outros deputados e autoridades que estavam na Casa. Uma aglomeração se formou e a discussão repercutiu nacionalmente.

Boca Aberta já é crítico costumaz de Garcia em seus discursos, além de já ter tido problemas com outros deputados por conta de suas declarações exaltadas e debates acalorados com os colegas. Ele também é o deputado que mais acumula representações no Conselho de Ética.

Atualmente, Boca Aberta enfrenta dois processos por quebra de decoro parlamentar, o que pode render a ele desde uma advertência a um processo que pode culminar na cassação do mandato.

A discussão começou por conta de uma insatisfação de Boca Aberta com as declarações de Garcia no Conselho de Ética. “Como sou o único deputado do Paraná com voto no Conselho, talvez ele tenha imaginado que sou eu quem está coordenando o Conselho. Eu sequer sou vice-presidente do colegiado” disse Diego Garcia.

Enquanto o deputado era entrevistado sobre o assunto, aos gritos Boca Aberta contestava a fala de Diego: “Você é não tem vergonha, seu ordinário!” exclamou.

Na versão de Boca Aberta, Garcia está por trás de uma ‘perseguição’ pelo fato de ambos serem representantes de Londrina. Boca também diz que o colega está “em último lugar nas pesquisas para prefeito” enquanto ele : “está como primeiro colocado”.

Boca Aberta ainda foi taxativo: “Ele está junto com outros deputados, que eu não posso afirmar agora, mas que nós vamos atrás, orquestrando a cassação do nosso mandato no Conselho de Ética”.

O deputado Diego Garcia publicou um vídeo explicando sua versão sobre o que aconteceu. Ele fez uma transmissão ao vivo da Câmara dos Deputados e se posicionou sobre o assunto:

Da mesma forma que fez Diego, Boca Aberta também esclareceu o entrevero e rebateu Diego. Em entrevista a jornalistas, Boca Aberta acusou Garcia, entre outros, de comprar a carteira de habilitação.

PROCESSO

A representação proposta pelo Progressistas foi protocolada após a divulgação de um vídeo onde Boca Aberta aparece acordando um médico durante um plantão noturno no hospital de Jataizinho, na Região Metropolitana de Londrina. Em sua defesa, Boca Aberta disse que estava apenas fiscalizando o trabalho dos médicos.

O vídeo publicado no Facebook passou das 300 mil visualizações e gerou até uma nota de repúdio da Associação dos Médicos do Paraná, que classificou a atitude do londrinense como uma postura absurda.

No último dia 21 de agosto, o colegiado do Conselho de Ética decidiu por acatar a ação contra Boca Aberta.

POLÊMICAS

Ex-vereador em Londrina, onde teve o mandato cassado por causa de uma vaquinha virtual, Boca Aberta foi um dos campeões de votos em 2018. Ele disputou a eleição amparado por uma liminar, após ter sido declarado inelegível pela Câmara Municipal de Londrina.

Em março deste ano, já como deputado, Boca Aberta teve o nariz quebrado após levar um soco do vereador Amauri Cardoso na Conferência Municipal de Saúde. O deputado teria abordado o vereador e passou a questioná-lo sobre seus atos. Irritado, Amauri deferiu o golpe.

O deputado chegou a passar por cirurgia para corrigir a fratura.

Em outra ocasião, Boca Aberta também protagonizou polêmica com o deputado Marcio Jerry (PCdoB-MA) após Jerry dizer que ele não tinha dignidade para ocupar a presidência da Câmara, em uma sessão onde o deputado londrinense foi escalado para comandar os trabalhos da sessão.

Publicidade

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Brasil

Após tombar, caminhão tanque explode e mata motorista na Rodovia dos Tamoios

Acidente aconteceu pela manhã no KM 80.

Publicado

em

Foto: Divulgação / PRF

Um caminhão-tanque, que transportava 40 mil litros de combustível, tombou e explodiu na Rodovia dos Tamoios, na altura do km 80, em Caraguatatuba, litoral paulista, no fim da manhã desta segunda-feira, 18. O motorista do veículo morreu carbonizado, segundo informações do Corpo de Bombeiros. Outras duas pessoas ficaram com ferimentos leves.

Câmeras de segurança da via mostraram o momento em que o veículo tombou e pegou fogo. Aparentemente, o caminhoneiro perdeu o controle em uma curva, no momento em que descia o trecho de serra. O Corpo de Bombeiros divulgou vídeo já com as chamas se alastrando pela via. O combustível vazou na pista quando o caminhão pegou fogo.

O acidente aconteceu por volta das 11 horas da manhã. O trânsito na região ainda funciona parcialmente, de acordo com informações da Concessionária Tamoios, que administra a via.

As causas do acidente estão sendo investigadas.

Leia Mais

Brasil

Bolsonaro recebe presidente da China em Brasília e assina vários acordos

A bilateral entre os dois chefes de Estado ocorre no âmbito da 11ª Reunião de Cúpula do Brics

Publicado

em

Foto: Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro recebeu, hoje (13), o presidente da República Popular da China, Xi Jinping, no Palácio do Itamaraty, em Brasília. O líder chinês chegou às 11h10 ao prédio onde estão previstas a assinatura de atos e uma declaração conjunta à imprensa.

O encontro entre os dois chefes de Estado ocorre menos de um mês depois de o presidente Jair Bolsonaro visitar a China. Na ocasião, foram assinados acordos e memorandos de entendimento em política, ciência e tecnologia e educação, economia e comércio, energia e agricultura. Agora, os dois países querem aprofundar esse intercâmbio, a confiança política e ampliar a cooperação em diversas áreas.

A bilateral entre os dois chefes de Estado ocorre no âmbito da 11ª Reunião de Cúpula do Brics, grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. A programação do evento começa nesta tarde com o encerramento do Fórum Empresarial do Brics. Antes, Bolsonaro também se encontra, no Palácio do Planalto, com o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi.

À noite, de volta a Itamaraty, o governo brasileiro oferecerá um jantar em homenagem aos líderes do bloco, e amanhã (14), também no Ministério das Relações Exteriores, acontecem as sessões plenárias e o almoço de encerramento da cúpula.

CÚPULA

Presidida pelo Brasil, a reunião do Brics tem como lema Crescimento Econômico para um Futuro Inovador. Segundo o Itamaraty, serão discutidos, prioritariamente, temas relacionados à ciência, tecnologia e inovação, economia digital, saúde e combate à corrupção e ao terrorismo. Esta é a segunda vez que Brasília sedia a conferência – a primeira vez foi em 2010. Em 2014, o Brasil também organizou a cúpula, realizada em Fortaleza.

Leia Mais

Brasil

Em Brasília, militantes do PT comemoram com cerveja, fogos e batuque

Em Curitiba, deputada Gleisi Hoffmann deu entrevista em frente à sede da PF

Publicado

em

Foto: Reprodução

Dezenas de militantes e simpatizantes do PT se reuniram em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília, para comemorar a decisão que derrubou as prisões em segunda instância, e além de beneficiar a soltura de 4,7 mil condenados, também beneficia a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado por corrupção e lavagem de dinheiro pela Justiça Federal do Paraná.

Preso desde 2018, Lula da Silva recorreu várias vezes à justiça alegando inocência, mas não obteve êxito e foi preso em abril de 2018 após ter sido condenado em segunda instância, pelo Tribunal Regional Federal (TRF-4) no Rio Grande do Sul. Desde então, um acampamento se formou nos arredores do bairro Santa Cândida, em Curitiba, de militantes petistas pedindo a soltura do ex-presidente.

FESTA

Após a mudança de entendimento do STF na noite desta quinta-feira (07), fogos de artifício e batuques tomaram conta da praça em frente ao STF. A festa também teve a presença de vendedores de cerveja e espetinhos, além de tendas da CUT.

Lideranças do PT também se fizeram presentes e concederam entrevistas. O ex-ministro e atual deputado Alexandre Padilha (PT/SP) publicou um vídeo nas redes sociais em que mostra a manifestação:

A deputada paranaense e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, também se pronunciou. Ela concedeu entrevista em frente à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, e contou que pedirá a liberdade imediata do ex-presidente na manhã desta sexta-feira (08).

Mais imagens da manifestação em Brasília:

Leia Mais
Publicidade

Curta o 24Horas