SIGA O 24H

Londrina e região

Boca Aberta propõe lei que obriga políticos a usarem o SUS

Deputado revelou que Câmara Federal obriga que parlamentares usem sistema privado.

Publicado

em

Um projeto de lei do deputado federal Boca Aberta (PROS-PR) pretende obrigar todos os políticos a usarem o Sistema Único de Saúde (SUS) caso precisem de atendimento médico. A proposta está sendo apresentada por ele na Câmara Federal em Brasília e depende da aprovação dos outros 512 deputados para prosperar.

Em entrevista por telefone ao 24Horas, Boca Aberta relatou que atualmente existe uma determinação da Câmara dos Deputados para que os parlamentares sejam atendidos pela rede privada, através de um convênio. Isso é, legalmente, políticos não podem ser levados a hospitais do SUS.

A proposta de Boca Aberta surge dias depois que ele foi agredido pelo vereador Amauri Cardoso (PSDB) no centro da cidade. Na ocasião, Boca Aberta precisou de atendimento médico e foi levado ao Hospital do Coração após receber a informação de que não poderia ser transferido para o Hospital da Zona Norte, que era seu objetivo.

Desde então tem buscado informações para construir o projeto de lei. Uma proposta semelhante já tinha sido apresentada em 2016 pelo então deputado Cabo Daciolo, mas não prosperou no Congresso Nacional. Dessa vez, Boca Aberta tentará usar o apelo público para avançar na ideia.

— Existe uma normativa da Câmara dos Deputados que obriga os 513 parlamentares a utilizarem o sistema privado de saúde em caso de necessidade. Eu acho isso injusto, já que nós somos empregados do povo, porque não podemos usar o SUS também? Quando precisei do atendimento, iria para o Zona Norte, mas tive que ir para o HCor por causa dessa determinação – disse Boca Aberta à reportagem.

Procurada, a Câmara dos Deputados não se posicionou sobre o assunto.

VEJA O PROJETO DE LEI:

Publicidade
Publicidade

Curta o 24Horas

EM 24HORAS >