SIGA O 24H

Londrina e região

Com posse de suplente e escolha de comissões permanentes, Câmara de Londrina reabre trabalhos amanhã

Leitura da renúncia do ex-vereador Filipe Barros deve iniciar a primeira sessão ordinária do legislativo londrinense em 2019

Publicado

em

Está agendada para amanhã (terça-feira, 5) a retomada dos trabalhos da Câmara Municipal de Londrina para este novo ano. Como primeira pauta a ser discutida, a definição dos integrantes das 13 Comissões Permanentes da casa.

Antes disso, porém, abrindo a sessão inaugural de 2019,  o presidente da Câmara, vereador Aílton Nantes (PP), deverá ler a carta de renúncia de Filipe Barros (PSL) à sua cadeira no Legislativo – ele assume neste mesmo mês sua vaga na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF).

Na sequência, o suplente direto de Barros, Emanoel Gomes (PRB), será convocado a tomar posse. Representante declarado do “segmento religioso”, como ele próprio define, Gomes é pastor da Igreja Universal do Reino de Deus em Londrina e, ao que tudo indica, deve seguir a mesma linha conservadora de seu precursor dentro da Câmara.

O futuro parlamentar, vale recordar, já substituiu Barros na Câmara em duas ocasiões durante a vigência do mandato deste: na sessão que abriu a Comissão Processante (CP) contra os vereadores afastados Mário Takahashi (PV) e Rony Alves (PTB), na qual esteve entre os apenas quatro parlamentares contrários à matéria, e na sessão que arquivou o relatório contra ambos, onde votou a favor. Filipe Barros não pôde participar de nenhuma das duas sessões, por ser o autor da denúncia contra os investigados.

Publicidade
Publicidade

Curta o 24Horas

EM 24HORAS >