- Publicidade -
- Publicidade -

Deputados estaduais votam ‘escola sem partido’ sob protestos em Curitiba

Leia também:

Homem é vítima de homicídio em Ibiporã

Crime aconteceu no Conjunto Angelo Maggi.
Derick Fernandeshttps://www.24horas.com.br
O jornalista Derick Fernandes é editor chefe do 24Horas
- Publicidade -

Dezenas de professores protestaram contra a aprovação do projeto “escola sem partido”, que pretende restringir discussões sobre política, gênero, religião e sexualidade na rede estadual de ensino. Os manifestantes foram mobilizados pela APP-Sindicato, que representa a categoria no Paraná.

As galerias da Assembleia Legislativa, em Curitiba, ficaram lotadas de servidores da educação para pressionar os deputados a rejeitarem a proposta.

Logo no início da sessão, os manifestantes vaiaram o discurso do deputado coronel Lee (PSL), que declarou seu apoio ao projeto. “Para mim é uma honra receber vaias de pessoas dessa natureza”, reagiu.

O deputado Michele Caputo (PSDB), por sua vez, disse ser contrário à proposta: “Da forma como veio, com as inconstitucionalidades todas já relatadas aqui, e também para que não alimentemos uma política de denuncismo nas nossas escolas, meu voto é contrário ao escola sem partido”.

APP-SINDICATO E PT

O sindicato que representa os professores no Paraná, APP, é presidida atualmente por Hermes Leão. Hermes é filiado ao Partido dos Trabalhadores e já chegou a se posicionar, por diversas vezes, sua solidariedade a membros do partido que estão sendo investigados por corrupção.

Assine nossa Newsletter

Receba diariamente as principais notícias do Paraná e do Brasil.

Comentários

#Face24H

- Publicidade -