Mandetta sobre demissão de Teich: “Oremos, Força SUS, Paciência e Fé”

Ex-ministro repercutiu demissão de Teich.

Leia também:

Londrina vira assunto no Twitter por relatos de violência sexual entre jovens e adolescentes

Elas chamam a atenção para casos de violência e abusos, e pedem por Justiça.

Homem que estava em carro roubado morre em confronto na BR-369 em Cambé

Homem estava armado. Polícia encontrou droga no carro.
Derick Fernandeshttps://www.24horas.com.br
O jornalista Derick Fernandes é editor chefe do 24Horas
- Publicidade -

Em uma postagem nas redes sociais, o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, repercutiu a demissão de seu substituto na pasta, Nelson Teich. Em uma curta mensagem, ele fez pedido de orações pelo Brasil, e reforçou que as pessoas devem respeitar o isolamento social e acreditar na ciência para o combate à Covid-19.

“Oremos. Força SUS. Ciência. Paciência. Fé! #FicaEmCasa”, escreveu Mandetta.

Nelson Teich foi empossado em 17 de abril para substituir Mandetta, mas pediu exoneração nesta sexta-feira (15), menos de um mês após assumir a pasta da Saúde. Segundo as informações de Brasília, a saída de Teich acontece porque ele vinha sofrendo pressões por parte de Bolsonaro para apoiar o uso da cloroquina em pacientes com sintomas leves de coronavírus, além de oficializar a flexibilização da quarentena.

Na última quinta-feira (14) em reunião com empresários organizada pelo presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, Bolsonaro afirmou que iria liberar o uso da cloroquina, mesmo sem a concordância de Teich.

Médicos estavam cobrando coerência de Teich em relação ao remédio. O então ministro condenava o uso de medicamentos sem comprovação científica.

Fique ligado:

- Publicidade -