MEC pretende implantar 108 escolas militares até 2023 em todo o país

Leia também:

Frio chega pra valer ao Paraná; Londrina tem previsão de 7ºC na segunda

É bom você preparar a japona e fazer o quentão. O frio será intenso!

Governo do Paraná autoriza abertura de igrejas

Tempos tem ocupação limitada a 30%
Derick Fernandeshttps://www.24horas.com.br
O jornalista Derick Fernandes é editor chefe do 24Horas
- Publicidade -

O Ministério da Educação (MEC) anunciou nesta quinta-feira (11), que tem como meta a implantação de 108 escolas cívico-militares em todo o país, até 2023. Essa é uma das ações previstas no Compromisso Nacional pela Educação Básica, um documento que reúne ações que serão implantadas até o fim do governo Bolsonaro.

De acordo com a assessoria do governo, o Compromisso foi elaborado pelo MEC em conjunto com o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, o Brasil tem boas iniciativas e recursos que podem ser direcionados para melhorar a educação.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, durante  apresentação do Compromisso Nacional pela Educação Básica.
O ministro da Educação, Abraham Weintraub, durante apresentação do Compromisso Nacional pela Educação Básica, hoje, em Brasília   (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Ainda de acordo com o ministro, a intenção é tornar o Brasil referência em educação na América Latina até 2030. “Nós, como brasileiros, em essência, somos tão bons quanto qualquer país no mundo”, disse o ministro.

Weintraub disse ainda que o MEC pretende abrir mais 4 mil creches até 2022. Para o ensino médio, está previsto em 2020, um programa piloto em 3,5 mil instituições de ensino.

Já para os professores que não são formados nas áreas em que atuam, o documento do MEC propõe que esses profissionais tenham facilidade para se qualificarem.

 

 

Fique ligado:

- Publicidade -